Alerj aprova crédito de 80 mil reais para renovação da frota de táxi

O projeto segue para a sanção do governador Claudio Castro. Caso aprovada, a medida valerá para os taxistas autônomos ou vinculados à cooperativas

Taxista roda na Praia do Flamengo, na Zona Sul • Foto: Rafa Pereira, Diário do Rio

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, nesta terça-feira (16/08), o Projeto de Lei 6.177/22, de autoria dos deputados Jorge Felippe Neto (Avante) e André Ceciliano (PT), que determina que os taxistas do estado do Rio tenham acesso a uma linha de microcrédito de até R$ 80 mil exclusivamente para a renovação da frota. O projeto segue para a sanção do governador Claudio Castro.

O texto explica que o crédito será concedido pela Agência Estadual de Fomento do Estado do Rio (Agerio), a ser denominado Agerio Creditáxi. A medida valerá para os taxistas autônomos ou vinculados à cooperativas.

A renovação de frota deverá priorizar a aquisição de veículos fabricados no Estado do Rio. O projeto aprovado determina crédito de até R$ 80 mil, Juros Zero e sem correção monetária, 12 meses de carência, 60 meses para iniciar o pagamento do crédito, compra de carro zero ou de até 5 anos de uso, sem necessidade de fiador e sem consulta ao SPC e Serasa.

Os taxistas foram severamente afetados durante a pandemia. A dificuldade é grande desses trabalhadores. A renovação da frota traz esperança para os motoristas e segurança para a população que contará com um serviço ainda melhor”, defendeu o autor do projeto, deputado estadual Jorge Felippe Neto.

Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Boa dia uma hora de grande ajuda só nós sabemos o que passamos vou sim trocar de carro pós meu carro tá sarado cansado quero oferecer um tratamento melhor o passageiros merecem e um incentivo melhor para nós

  2. Olá bom dia,sou taxista há 21 anos ainda sou auxiliar gostaria de saber se os auxiliares terão direito a esse benefício pra compra de um carro!!!

  3. Como é que é?! Lá eu irei ser antipático novamente…

    1) táxis são uma permissão municipal. O que que o Estado do RJ tem a ver com isto? 2) o erário estadual está pequeno, não devia ficar gastando dinheiro com coisas não prioritárias. 3) emprestar dinheiro do povo a particulares sem juros e correção é impor custos ao erário público. 4) táxis devem se sustentar sozinhos… porque se der lucro eles não dividem com a população os seus ganhos – então quando não conseguem se financiar com bancos, a população não deve ser chamada para financiar-lhes os carros. 5) o deputado faz graça pessoal com eleitores com o chapéu alheio, o que é imoral. 6) dinheiro público não é para isto.

    • Engraçado ninguém reclamar de aplicativos de transportes ilegais que chegaram no Brasil e atrapalhando a vida e as famílias dos taxistas que pagam seus impostos e dar toda segurança para seus passageiros. É o mínimo que os governantes tem que fazer pra ajudar esses profissionais com os donos que causaram já que os aplicativos que não pagam seus impostos e fazem os motoristas deles de escravos. Os taxistas estão sofrendo financeiramente depois que esses aplicativos tomaram conta do Brasil. Deus abençoe nosso governador e presidente pela justiça que estão fazendo a favor dos taxistas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui