Foto: Rafael Wallace

A Alerj aprovou em discussão única, nesta quarta-feira (07/04), o projeto de lei 3.483/20, de autoria da deputada Zeidan (PT), que insere os profissionais do Turismo na lista de prioridades de vacinação contra a covid-19. O texto seguirá para o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), que tem até 15 dias úteis para sancioná-lo ou vetá-lo.

A proposta engloba os guias de turismo, agentes de viagens, profissionais da hotelaria, eventos e congressos, motoristas de turismo e demais profissionais do setor. A norma altera a Lei 9.040/20, que já prevê a prioridade para profissionais da saúde, segurança pública, assistência social, educação, indígenas e quilombolas, pacientes imunodepressivos, trabalhadores do setor alimentício e da agricultura, funcionários de farmácias e de petshops, pessoas em privação de liberdade e exercentes de atividades religiosas.

A medida só será aplicada quando houver doses suficientes e respeitando a ordem de prioridade do Ministério da Saúde. “O Turismo é um dos setores mais importantes da economia fluminense e, por isso, é o mais afetado pela pandemia”, justificou Zeidan. “Por isso, torna-se necessário proteger os seus trabalhadores, do ponto vista sanitário, para que, tal medida, além de proteger suas vidas, sinalize para potenciais viajantes do Brasil e de outros países que a prática do Turismo no Rio de Janeiro é segura”, complementou a parlamentar.

1 COMENTÁRIO

  1. Cumã?Essa mocreia tá sendo comida por algum guia?Só pode!!
    Se nem motorista de ônibus, q leva gente feito gado,tem prioridade, porque
    agente de turismo,q praticamente tá parado teria?Ahhhh aí tem!!!
    Essa vaca só poderia ser do PT mesmo!!!Gente escrota,escória!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui