O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), afirmou que o presidente da Cedae, Hélio Cabral, será convocado para prestar esclarecimentos na Casa sobre a crise no abastecimento de água da região metropolitana. A declaração foi feita nesta terça-feira (04/02), após o término da primeira sessão plenária de 2020, ao comentar o pedido feito por parlamentares de criação de uma CPI sobre o tema.

Ceciliano afirmou que a Alerj vai cobrar uma solução rápida para o problema, e lembrou que a Casa enviou requerimentos de informação à Cedae e ao Governo, além de um pedido de inspeção ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e uma notificação ao Ministério Público Estadual. “Precisamos resolver o problema de uma vez por todas, que é sério. Fizemos pedidos em meados de janeiro, no recesso, e hoje reiteramos“, explicou.

O presidente da Alerj lembrou que os trabalhos de investigação de uma CPI têm prazo de 180 dias, que podem ser prorrogados, mas a solução para o abastecimento precisa ser imediata. “O que a população precisa neste momento é resolver o problema da água. Estamos preocupados com a saúde dos cidadãos do Estado do Rio de Janeiro“, afirmou Ceciliano. Segundo ele, também serão convidados os engenheiros que foram demitidos da companhia no início de 2019. A convocação deverá ser feita por uma das comissões permanentes da Casa nos próximos dias.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui