Foto: Rafael Wallace

Já foram definidos pea Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) os nomes dos deputados estaduais que irão analisar a denúncia que pede o impeachment do governador Wilson Witzel (PSC) – veja mais abaixo a lista completa.

O processo de impeachment contra o governador foi aceito pela Alerj na quarta-feira (10/06). A decisão não o afasta do cargo, mas permite que a Casa analise o pedido, que pode ser levado ao plenário.

Entenda como funciona o processo de impeachment de um governador no Rio de Janeiro.

Comissão de impeachment da Alerj:
Luiz Paulo (PSDB)
Enfermeira Rejane (Pc do B)
Dionísio Lins (PP)
Renan Ferreirinha (PSB)
Carlos Macedo (Republicanos)
Chico Machado (PSD)
Márcio Canella (MDB)
Val Ceasa (Patriotas)
Waldeck Carneiro (PP)
João Peixoto (Democracia Cristã)
Martha Rocha (PDT)
Subtenente Bernardo (PROS)
Brazão (PL)
Marcus Vinícius (PTB)
Rodrigo Bacellar (SDD)
Marcos Abrahão (Avante)
Léo Vieira (PSC)
Alexandre Freitas (Novo)
Eliomar Coelho (PSOL)
Marina Rocha (PMB)
Valdecy da Saúde (PTC)
Bebeto (Podemos)
Dr. Deodalto (DEM)
Welberth Rezende (Cidadania)
Gustavo Schmidt (PSL)

O pedido de impeachment aceito foi o dos deputados Luiz Paulo e Lucinha, ambos do PSDB, que acusam Witzel de crime de responsabilidade. Outros 13 foram arquivados. O processo acusa o governador de:
– Compra de respiradores no combate ao coronavírus com suspeita de superfaturamento
– Construção dos hospitais de campanha, cuja licitação é investigada
– Suposto vínculo de Witzel com o empresário Mário Peixoto
– Parecer do TCE pela rejeição das contas de 2019 do governo Witzel
– Revogação da desqualificação da OS Unir Saúde, que seria ligada ao empresário Mário Peixoto e está sob suspeita do Ministério Público Federal

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui