A comissão que julgará o impeachment do governador Wilson Witzel (PSC) já está totalmente montada. Na tarde desta terça-feira, 29/9, foi escolhido na Alerj os 5 deputados estaduais que se juntarão aos 5 desembargadores na comissão. Comissão a qual será presidida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Claudio de Mello Tavares.

Os 5 deputados são:

  • Alexandre Freitas (Novo)
  • Chico Machado (PSD)
  • Waldeck Carneiro (PT)
  • Dani Monteiro (PSol)
  • Anderson Moraes (PSL)

Os 5 desembargadores são:

  • Tereza de Andrade Castro Neves
  • José Carlos Maldonado de Carvalho
  • Maria da Glória Bandeira de Melo
  • Fernando Foch de Lemos Arigony da Silva
  • Inês da Trindade Chaves de Melo

De acordo com O Globo, pelos cálculos do presidente do TJ, o julgamento deverá durar 120 dias — terminando antes do fim do afastamento de 180 dias aprovado por parlamentares no Palácio Tiradentes. E nesta sexta-feira já deve ter sido escolhido o relator do processo, quando começa a contar o prazo.

A partir desta sexta-feira, deverá ser dado o prazo de 15 dias para que a defesa de Witzel possa se manifestar. Após este período, o relator irá elaborar o relatório e o voto, submetendo-os ao tribunal misto. Os julgadores poderão aceitar a denúncia ou decidir pelo arquivamento. Em caso de empate, o presidente do TJ até tem direito ao voto de minerva, mas ele é apenas simbólico, e não tem peso na votação. Caso dê empate, Witzel será mantido governador.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui