Foto: Ricardo Moraes

Aconteceu no início da noite desta terça-feira (19/05), de maneira on-line, uma sessão da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) acerca da implementação do chamado ”lockdown” no RJ. O projeto de lei, de autoria do deputado Renan Ferreirinha (PSB), foi amplamente rejeitado pela Casa.

Votação on-line ocorrida nesta terça (19/05) referente à implementação do lockdown no RJ – Foto: Reprodução

”O Parlamento é o lugar do debate, das divergências e das convergências e, acima de tudo, do respeito à democracia. Respeito o resultado e continuarei trabalhando incansavelmente para salvar vidas”, diz Ferreirinha.

Um dos parlamentares contrários à proposta, o deputado Renato Cozzolino (PRP), por exemplo, alegou que a decisão é mais pertinente ao Poder Executivo, isto é, ao governador Wilson Witzel e aos prefeitos.

Já o deputado Rodrigo Amorim (PSL), por sua vez, que também votou ”não”, chamou as severas medidas de bloqueio geradas pelo lockdown de ”ditadura”.

”O momento pelo qual estamos passando tem duas frentes de trabalho: a principal é a preservação da vida, o distanciamento que está sendo feito, infelizmente com o sacrifício de vários setores de nossa economia e também com o sacrifício de médicos, bombeiros, policiais e demais pessoas que não podem ficar em casa. Agora, o lockdown é uma medida de exceção, que não podemos admitir. É óbvio que todos já entenderam o tamanho da ameaça do vírus chinês e cada um tem responsabilidade sobre suas decisões. Lockdown, para mim, é ditadura. A vitória de hoje foi uma vitória do parlamento e da democracia”, disse Amorim.

A votação terminou com 55 votos contrários, 1 favorável (somente o autor da ideia) e 13 abstenções. Mesmo que tivesse sido aprovado pela Alerj, o projeto ainda teria que passar pela decisão final de Wilson Witzel – mas, provavelmente, seria aceito pelo governador.

6 COMENTÁRIOS

  1. Vanessa sua debil mental.. O mundo tido essa usando e tendo resultado primos… Agora só pq vc não acredita ngm deve usar… Deve ser uma comedora de capim !!! Se vc pegar covid é só vc não usar sua idiota .. pronto!!!

  2. Por favor acreditem, a hidroxicloroquina associada a azitromicina salva vidas do COVID-19.
    Não tenho partido político, nem mto menos defendo qualquer político.
    Mas minha mãe hipertensa, de 70 anos, teve COVID-19 ( comprovada em tomografia) foi tratada com essa medicação e está curada!!!!! Sem precisar de internação!
    Precisamos voltar ao trabalho e tratar os doentes!
    Isso precisa ser dito e mortes precisam ser evitadas!!!

    • Você quer que a gente acredite que uma idosa hipertensa usou uma medicação que acelera ainda mais os batimentos cardíacos? Ora, por favor. Quem é hipertenso simplesmente não pode tomar a hidroxicloroquina. Pare de espalhar fanfic por aí.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui