Alexandre Freitas amplia alcance da sua campanha para deputado federal com 6 dobradas de candidatos à Alerj

Freitas, vinculado ao Podemos, foi responsável pela aprovação da Lei da Liberdade Econômica e da Emenda da Transparência, além de viabilizar o leilão de concessões da Cedae

Alexandre Freitas lançou a sua candidatura à deputado federal neste terça-feira, no Tijuca Tênis Clube

Com número de urna 1900, o deputado estadual de perfil liberal de direita, Alexandre Freitas (Podemos) lançou, nesta terça (16), a sua candidatura à deputado federal, no Tijuca Tênis Clube, na Zona Norte da cidade. Como estratégia de campanha para a ampliação da sua capilaridade no Estado, Alexandre conta com o apoio de Felipe Nini (PTB), Alexandre Serrado (PROS), Marcos Dedão (Podemos), Babi Cruz, Luciana Tamburini, Eduardo Faria, e outras pessoas simpatizantes das pautas por ele defendidas durante o seu mandato na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Durante o evento, Alexandre Freitas falou sobre alguns feitos do seu mandato na Alerj, como: a aprovação da Lei da Liberdade Econômica e da Emenda da Transparência, a viabilização do leilão de concessões da Cedae; sua atuação junto à Justiça para impedir sobretaxação do serviço de transporte por aplicativo, e todos os seus esforços contra os lockdowns impostos por autoridades durante a pandemia de Covid-19.

“Nos últimos dois anos a gente viu que a nossa liberdade é muito frágil. Não temos direitos, temos meras concessões, que podem ser revogadas por um burocrata, simplesmente porque ele acha que a revogação é melhor para você”, disse Feritas em discurso.

Alexandre Freitas disse ainda que, em Brasília, atuará com princípios muito bem definidos. Defender a liberdade do cidadão trabalhar, empreender, se expressar e se defender são ações inamovíveis do seu mandato como deputado federal. Outras prioridades de Freitas serão o combate à corrupção e à impunidade, além da ineficiência dos serviços públicos.

“Eu estou cansado de ver gente investindo suas economias para abrir um negócio e se ferrando na mão de um fiscal que quer criar uma dificuldade para vender a facilidade”, disse o deputado estadual que também afirmou estar cansado de presenciar casos de impunidade no Rio de Janeiro e no Brasil. Alexandre Freitas criticou ainda o atual modelo de configuração do Estado que cria uma casta de burocratas privilegiados contra a maioria dos cidadãos que ganham pouco e vivem mal.

Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Eu gosto da abordagem deste Freitas: descrente no Estado como entidade, cético quanto ao Estado poder fazer uma boa gestão… é melhor tirar poder do Estado e dar mais autonomia ao povo. Quanto MENOS grana na mão do governante, menos problemas ele inventa e menos gente mama. Mais dinheiro no bolso do povão!

  2. Está na hora de renovar a Alerj e o Congresso Nacional,elegendo pessoas com perfil totalmente diferente dos que estão lá nesse momento. A proposta dele é viável e coerente. Chega de eleger populistas e parasitas! Temos que dar uma chance pra quem quer iniciar a mudança e não pra quem quer deixar as coisas como estão.

    • Caramba, liberal de direita! É um tiro no peito só Thomas Hobbes e do Adam Smith. Onde essa Patrícia cursou jornalismo? Em universidade conceito 4 no Enade é que não foi. Putz. Depois dessa vou ficar ainda mais atento ao que eu leio nesse blog.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui