Amanhecer no Rio de JaneiroDe acordo com o jornal Folha de Paulo, a Prefeitura do Rio de Janeiro, através da RioFilme, vai repassar US$ 500 mil (cerca de R$ 849 mil) a produção de “Amanhecer”, filme que teve algumas poucas cenas gravadas no Rio de Janeiro. A contrapartida seria a inclusão de pelo menos duas cenas "de cartão postal" do Rio de Janeiro no filme, sem duração estipulada.

 

Ok, deve ter retorno em turismo. Mas a questão é que a cidade não deveria precisar passar recursos direto para a produção do filme. Renúncia fiscal e outras facilidades deveria ser o bastante.

Como disse neste post o Rio perde como cenário de filmes, apesar da beleza estonteante, devido exatamente ao excesso de impostos, especialmente federal. Se na campanha prefeito e governador se vangloriavam tanto da proximidade com o presidente, não seria hora de levar isso a ele e discutir?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui