Foto: Divulgação

O grupo Amazon e o Governo do Estado do Rio de Janeiro anunciaram, nesta terça-feira (14/09), a instalação de um centro de distribuição da empresa no município de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O local tem cerca de 30 mil metros quadrados, o equivalente a quase quatro campos de futebol.

O presidente da Amazon no Brasil, Daniel Mazini, destacou que o novo centro de distribuição, que faz parte do plano de expansão da empresa no Brasil, tem como objetivo aproximar os produtos comercializados pela Amazon de seu destino final, facilitando a logística e aumentando a satisfação do consumidor.

“Essa expansão reforça bastante o compromisso da Amazon com o Brasil, com os brasileiros e agora com o Rio de Janeiro. Esse centro vai permitir entregas bem mais rápidas no estado. Nos últimos dois anos, a Amazon gerou mais de 9 mil empregos, diretos e indiretos, em seus outros nove centros de distribuição pelo país. Agora será a vez do Rio de Janeiro”, contou Mazini.

A expectativa é que o empreendimento gere 200 empregos diretos permanentes e mais de mil temporários para períodos especiais de eventos e alta temporada.

“Queremos agradecer a confiança da Amazon no estado. É uma honra receber uma das maiores empresas do mundo em solo fluminense. Trabalhamos para transformar o Rio de Janeiro em um polo de logística, e essa chegada vem ao encontro do nosso esforço. Nosso estado vive um processo de recuperação, melhorando a atração de negócios e a relação com empreendedores, com políticas de incentivo e segurança jurídica para trazer ainda mais empresas. O Rio de Janeiro está preparado para crescer”, ressaltou o governador Claudio Castro.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Vinícius Farah, que também participou da reunião, reforçou que os investimentos anunciados nos últimos meses no Rio de Janeiro são fruto das iniciativas desenvolvidas pela atual gestão do Governo do Estado.

“É uma determinação do governador Cláudio Castro que façamos do Rio de Janeiro um estado ágil, moderno, com a iniciativa privada como grande parceira, agilizando todos os mecanismos para a concretização de grandes negócios. Este é um novo momento, em que temos atuado como modelo de desenvolvimento econômico, de investimentos e de atração de grandes empresas. Ninguém investe em um estado que não tenha credibilidade ou um grande comando”, disse Farah.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui