Três agentes de segurança do MetrôRio foram agredidos, na madrugada desta terça, 13/4, por grupos que fizeram ataques quase que simultaneamente nas estações de Coelho Neto e Irajá, da linha 2.

A primeira ação aconteceu por volta da meia-noite em Coelho Neto. Três homens abordaram o funcionário quando ele fechava a estação. O agente foi  agredido com socos e pontapés e ficou com o rosto totalmente lesionado. Em razão da gravidade das agressões, ele permanece internado num hospital particular da Zona Norte e passará por uma cirurgia na face ainda hoje.

Aproximadamente dez minutos depois, mais oito agressores, com paus e tacos de beisebol, atacaram mais dois funcionários, na área externa da estação de Irajá. Um agente, ferido, conseguiu fugir, mas o outro continuou sendo agredido, mesmo após ficar desacordado. Os agressores levaram deles uma bicicleta e uma bolsa com pertences pessoais.

Os funcionários reconheceram todos os agressores como ambulantes que atuam diariamente nos trens do metrô com a venda de mercadoria ilegal. O caso foi registrado na 27ª DP (Vicente de Carvalho). Assista ao vídeo

Pesquisa do Instituto Rio21, encomendada pelo DIÁRIO DO RIO, mostra que 61,8% dos cariocas acham o número atual de ambulantes prejudiciais ao Rio.

A venda de produtos dentro das composições é proibida, conforme determinam a Lei Federal nº 6.149/74, Decreto nº 2.522/79 e a Resolução nº 1.264/2017, da Secretaria de Estado de Transportes (Setrans). Para cumprimento do que determina a Lei, os agentes de segurança são orientados a retirar os ambulantes do sistema metroviário, de forma pacífica, com o objetivo de manter a ordem no sistema e a qualidade do serviço prestado aos clientes.

8 COMENTÁRIOS

  1. Esta desordem , começou no governo do Brizola e de lá em diante nenhum governador ou prefeito fez algo para evitar. O mesmo é a respeito do crescimento desordenado das favelas. Como ele falou, favela não é problema.

    • Ahh isso mito! Quem colocou mesmo o pessoál nas áreas longínquas do cê urbano foram os militares. Retiravam as populações das favelas no Centro e Zona Sul mandando para áreas da avenida Brasil, da Zona Oeste, sem o básico de serviços e longe dos locais de trabalho. Foi também na Ditadura que surgiu facção no presídio (lembra?) depois foi rápido o crescimento fora… Querem culpar o Brizola por um mandato que ficou no Governo. Ora…
      O que fez Cesar Maia nos 8 anos… Sua cria Luiz Paulo Conde… Outra sua cria Eduardo Paes também 8 anos…(???)

  2. É a desordem urbana que o carioca diz que não gosta mas, na hora do vamos-ver, infelizmente apóia porque “eu poderia estar roubando, eu poderia estar matando… mas tou aqui vendendo”. Temos dificuldade de nos indispormos para garantir que regras de convívio social sejam respeitadas. E é neste vácuo é que o abusado deita e rola: todo milímetro dado é ocupado. Então, se o metrô deixá-los à vontade, depois para resgatar a ordem perdida será muito difícil. Ou alguém ainda acredita que dê para moralizar neste sentido os trens da supervia?

  3. se deixar eles dominar o metrô. vai virar bagunça.
    não dá pra aceitar são bagunceiro sem educação não usa máscara.
    tem reforçar a segurança do metrô

  4. Esses ambulantes são abusados, verdadeiros criminosos… Seja no metro, no trem, no ônibus… Estão sempre importunando os usuários do transporte… Quer vender, ok… Venda nas intermediações do acesso à estação, à rodoviária… Mas querer entrar e passar de vagão em vagão, esbarrando nos outros, tomando espaços e, ainda, anunciando sem máscaras… Não dá(!!!) Pra cima deles(!!!)

  5. Aí o pobre recebe um dinheirim, compra mercadorias e vai vender, vem o rapa, leva tudo e ainda batem no miserável. Bela de uma democracia, linda justiça social, maravilhosa redistribuição de renda. Enquanto todos os órgãos federais, estaduais e municipais não trabalharem em cooperação, independente de partido político, vai ser sempre esta merda que vemos no dia a dia, em todos os setores da vida nacional. Enquanto isto não vem, eu quero mais é que o corona faça seu trabalho, talvez aprendam.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui