Anchieta, na Zona Norte do Rio, vai ganhar uma biblioteca neste sábado: A Casa Amarela

A Casa Amarela é uma realização de um grupo de moradores comprometidos com trabalhos comunitários juntamente com o professor Pedro Gerolimich

A Casa Amarela, em Anchieta, vai oferecer vários cursos, além de atividades para crianças / Foto: Pedro Gerolimich

O bairro de Anchieta, na Zona Norte do Rio de Janeiro, vai ganhar um novo equipamento cultural: A Casa Amarela, uma biblioteca popular. A inauguração será neste sábado (18), às 10h, na Praça Nazaré. A biblioteca contará com quatro mil livros, todos doados por moradores, professores e apoiadores. O espaço funcionária de segunda a sábado, das 9h às 19h, e ainda terá uma brinquedoteca, um espaço para cursos e outro voltado às artes visuais. Qualquer pessoa pode se cadastrar na biblioteca e pegar um livro emprestado. As informações são do jornal O Globo.

A Casa Amarela terá em sua programação atividades lúdicas e educacionais, reforço escolar, aulas de inglês, oficinas literárias, escrita criativa, teatro, leitura dramatizada, artes visuais e gastronomia. Já estão abertas as vagas para aqueles que tiverem interesse em ensinar nas oficinas realizadas pela biblioteca.

A instituição também vai oferecer atendimento social, através da distribuição de cestas básicas captadas junto a parceiros do projeto. Também serão oferecidos serviços sociais e cursos de qualificação profissional.

A Casa Amarela é uma realização de um grupo de moradores comprometidos com trabalhos comunitários juntamente com o professor Pedro Gerolimich, idealizador e coordenador-geral da Casa. Segundo Gerolimich, o projeto Casa Amarela surgiu durante a volta às atividades presencias no pós-pandemia do Covid-19, em razão de reflexões ligadas aos sentimentos de solidariedade e afeto gerados na vivência do crítico período sanitário.

Pedro Gerolimich também tem outro projeto em andamento: o Livro de Rua, através do qual foram distribuídos gratuitamente mais de 100.000 exemplares em diversos bairros da cidade.

A Casa Amarela conta com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Central Única de Favelas (CUFA). O funcionamento da Casa ficará a cargo de moradores de Anchieta.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui