Samantha de Paula Vieira da Silva, 37 anos, empresária, moradora da Barra da Tijuca, uniu suas forças junto ao empenho de outras pessoas para de forma solidária ajudar crianças e jovens cariocas, em situação mais vulnerável, que atravessam adversidades sociais, ampliadas, ainda mais, com o período pandêmico em voga no país.

Foi assim que Samantha Vieira, após trabalhar por cerca de 11 anos como gerente de Recursos Humanos e Jurídico da empresa Locanty, decidiu abrir mão da carreira para liderar o instituto social Juntos pelo Bem, inaugurado em abril passado, com sede no bairro do Engenho de Dentro, zona norte da cidade, tendo em seu portfólio de assistência, inúmeras ofertas de serviços nas áreas de Educação, Saúde, Assessoria Jurídica e Esportes.

“Eu era responsável por colocar caminhões nas ruas para a limpeza delas. Motoristas, serventes, coletores, e demais profissionais que envolviam o negócio. Foi o tempo suficiente para perceber que era o momento de investir no Empreendedorismo Social. O fato de trabalhar com pessoas que fazem parte da base da pirâmide social, que muitas vezes não podem oferecer algo a mais para filhos, em virtude do pouco tempo disponível, foi um fator motivador para lançar a ONG Juntos Pelo Bem.”, conta Samantha Vieira.

Apesar do pouco tempo de atuação, em torno de quatro meses, a ONG Juntos pelo Bem, já tem um trabalho de muita consistência junto a 17 comunidades carentes da cidade com o atendimento de 1.500 crianças e jovens.

Na parte esportiva a oferta incorpora futsal, capoeira, muay thai, jiu-jitsu e funcional. Recentemente o projeto de judô, chamado Samurais do Morro, já realizado no Tuiuti comandado por Cláudio Carelli passou a ser o novo parceiro da ONG e promete ampliar o interesse pela modalidade que sempre em época dos jogos olímpicos traz muitas alegrias ao país.

A sede administrativa da ONG dispõe de um amplo espaço oferecendo conforto, aconchego e atendimentos psicológicos, odontológicos, jurídicos e reforço escolar, além de uma piscina de fibra para sessões terapêuticas de crianças assistidas.

Para realizar esse sonho, Samantha Vieira, não tem nenhum vínculo político e não recebe nenhum benefício do Estado. Sua sustentabilidade está vinculada ao recebimento de doações de madrinhas e padrinhos, demonstrando que a sociedade civil está cada vez mais organizada e proativa, buscando intervir para um propósito comum pleno.

Esperamos um futuro promissor. Podemos e temos condições de atender milhares de crianças, ter várias sedes. Acreditamos no formato celular que privilegia o atendimento às crianças de diversas outras regiões. O foco do Instituto Juntos pelo Bem é os jovens, pois vemos esperança. Queremos trabalhar para uma sociedade melhor não deixando de lado as demandas prioritárias que são os alimentos nos eventos que promovemos para a entrega de cestas básicas.”, revela Samantha Vieira.

Samantha Vieira é mais uma prova irrefutável que a ausência de políticas públicas responsáveis e eficientes não pode ser considerada imponente e deixar a sociedade impotente frente a tantas mazelas sociais.

A compreensão que estar ao lado e oferecer cooperação para lapidar o que está formação, não é só garantir o bem viver dos que são favorecidos, mas sim de reforçar a esperança de queofuturo de todos nós está amparado, e que em breve, os que o integram, possam realmente escrever um outro capítulo da história da nossa cidade, no qual uma sociedade mais justa e igualitária não seja um pensamento meramente utópico e sim algo concreto.

Quem quiser conhecer mais o trabalho do Instituto Social Juntos pelo Bem pode acessar a homepage: https://www.juntospelobem.org/ ou seguir suas ações pelo instagram @institutojuntospelobem

Andréa Nakane é carioca, apaixonada pela Cidade Maravilhosa, relações públicas, professora universitária, Doutora em Comunicação Social e Mestre em Hospitalidade.Embaixadora do RJ. Vive há 20 anos em Sampa e adora interagir com pessoas singulares que possam gerar memórias afetivas construtivas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui