Alexandre Ramos Samuel, morador da Lagoa, zona sul carioca, é conhecido por
muitas pessoas, não só na cidade do Rio de Janeiro, mas em praticamente todo
mundo, pois tem em sua trajetória profissional, conquistas de grande projeção, como a
primeira medalha de ouro no voleibol masculino, nos Jogos Olímpicos de 1992, na
Espanha, com apenas 22 anos.

Se você ainda não conseguiu identificar o personagem dessa semana… ao falarmos
seu apelido… não haverá mais dúvidas. Estamos falando de Tande, que nasceu em
Resende, mas mudou-se para a capital fluminense, ainda pequeno e defendeu times
importantes na cidade, como Botafogo, no início de sua carreira e depois ao retornar
de uma temporada italiana, jogou com a camisa rubro negro, no time do Flamengo.

Tande declara que escolheu o Rio “por que é onde eu cresci, tenho amigos, formei
minha família, meus filhos nasceram aqui, e, é onde eu me encanto pelo povo e pelas
belezas da cidade.”

Aliás, uma das mais fases mais vibrantes de sua carreira foram emolduradas pelas
praias cariocas, quando formou dupla com inúmeros jogadores amigos, com destaque
para Giovanni, disputando diversas partidas no voleibol de praia.

Reinvenção é palavra mantra de Tande e após sua retirada das quadras e areias, ele
explorou sua vertente de comunicador, sendo contratado pela Rede Globo e ganhando
destaques, não só como apresentador de programas esportivos, mas também como
contador de histórias em inúmeras reportagens curiosas sobre o universo dos esportes.

Como comentarista dos jogos de voleibol, Tande sentia-se em casa e conseguiu com
muita simpatia e, sobretudo, empatia, narrar acontecimentos e fornecer explicações
que permitiam que todo leigo, torna-se um apaixonado pelo esporte e pudesse assim
vibrar com todos os lances.

Tande hoje é empresário, com participações em negócios de alimentação e
academias de ginástica e vem investindo cada vez mais em dividir seus
conhecimentos e experiências de vida por meio de palestras corporativas, nas quais
apresenta – em oratória descontraída e muito realista – suas próprias vivências,
repletas de alegrias, com muita disciplina, esforços e determinação. Provocando uma
reflexão sobre a sinergia do mundo dos esportes, sobretudo de um atleta de elite, com
os ambientes corporativos e seus executivos.

E não satisfeito em dividir suas histórias apenas nas palestras, Tande recentemente
lançou um livro, intitulado “A Vida é um Jogo”, pela editora Agir, cujo conteúdo transita
em sua biografia, unindo uma verdadeira linha do tempo profissional alinhada a sua
vida pessoal, fomentando mensagens motivacionais e de estímulos a total
adaptabilidade aos diferentes momentos desafiadores de nossa existência.

Além disso, com a propulsão dos eventos virtuais, Tande já estruturou seu trabalho
para esse meio e tem doado uma parte do seu cachê para a aquisição de cestas
básicas para quem está em situação de vulnerabilidade no Rio de Janeiro.

Ele acredita que essas suas palestras, sejam uma espécie de missão, com o intuito de
proliferar algo que sempre acreditou: “a importância de estarmos nos movendo o tempo inteiro, pois o que é novo e sucesso hoje, pode ser o seu fracasso e o velho amanhã”, conforme suas próprias palavras.

Como exemplo, é possível citar a forma como ele próprio tem encarado a pandemia do
Covid19. Tande, que completou 50 anos em pleno isolamento físico, em março
passado, tem agitado as redes sociais com lives de entrevistas com conteúdos muito
elogiados, como foi o caso do amigo e doutor Alexandre Vieira, diretamente dos
Estados Unidos, que trouxe uma abordagem muito didática e atual do vírus e suas
interferências no mundo global, respondendo às perguntas de forma objetiva e muito
concisa, não só do ex-jogador, mas de seus seguidores também.

Mas o grande sucesso mesmo tem sido o “Jogo da Música”, quando semanalmente,
Tande brinca pelo Instagram com a galera que o segue.
“Tive a ideia no momento que percebi que ficaríamos em quarentena por muito tempo,
e por isso fiz para que as pessoas tivessem em uma hora, uma lembrança dos
momentos marcantes de suas vidas, com temas de filmes e também uma playlist
diversificada, passando por vários estilos e épocas. Quem ganha o jogo leva um
prêmio, como o meu livro, camisas de jogos e de treinos autografadas, óculos, etc…

Tande acredita que a música também marca as pessoas, como os perfumes e tem se
mostrado muito animado com o retorno dessa sua iniciativa em levar diversão as
pessoas em confinamento, proporcionando momentos prazerosos para todos, inclusive para si.

Seus filhos já foram diagnosticados com o Covid19, de forma leve, mas que o
assustou bem e Tande respeitando as orientações médicas sai a rua somente o
necessário e vai munido com máscara, acrescentando até mesmo acessórios extras,
como capacete e óculos. Ele sabe de seu poder como formador de opinião pública e
inspiração para muitos, não só nas quadras, mas no cotidiano social e, não deixa, de
chamar a atenção daqueles que ainda teimam em não se cuidar, e, também do outro.

Mais uma medalha de ouro, não só para o Tande, mas para todos nós que podemos
contar com seu espírito de liderança e equipe para que possamos atravessar mais
esse jogo da vida!

Andréa Nakane
Andréa Nakane é carioca, apaixonada pela Cidade Maravilhosa, relações públicas, professora universitária, Doutora em Comunicação Social e Mestre em Hospitalidade.Embaixadora do RJ. Vive há 20 anos em Sampa e adora interagir com pessoas singulares que possam gerar memórias afetivas construtivas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui