Andréa Nakane: Hit do Verão tem Muito Bronze e Alegria

Colunista do DIÁRIO DO RIO fala sobre a Rose do Bronze, que se tornou a sensação do verão carioca, sobretudo por sua alegria, espontaneidade e fibra

Roseane Conceição, 40 anos, moradora da comunidade do Alemão, tornou-se a sensação do verão carioca, sobretudo por sua alegria, espontaneidade e fibra.

Rose do Bronze, como é conhecida, ou da Parafina, é ambulante na praia de Copacabana, com a venda de um produto de sua própria criação, que deixa evidente a marquinha do biquíni, que tantas mulheres curtem.

“Quer fazer um bronze hoje, chama a Rose. Olha a parafina! Faz magrinha, faz gordinha, preta, loira e ruivinha. Não precisa ter vergonha, vem fazer sua marquinha”.

Com uma música, no estilo funk, que viralizou nas redes sociais, criada por um dos seus sobrinhos, que é MC, Rose do Bronze ganhou a simpatia não só de suas clientes que desembolsam cerca de R$ 10 pelo produto caseiro, que tem sua composição guardada a sete chaves por ela, mas também da população, não só do RIO, mas como do Brasil.

Ela já ganhou o título de influenciadora digital, pois tem suas redes bombando em pouco tempo graças as gravações realizadas no metrô, nas quais Rose do Bronze apresenta seu produto junto a uma caixa de som que toca seu sucesso musical.

A mais nova atração das redes sociais já conta com números expressivos. No instagram @rose.bronze40 já são 224 mil seguidores, no Tiktok @rosee_bronze, com quase meio milhão de seguidores, no Youtube @rosedamarquinha com quase 4 mil e no Facebook já são quase 57 mil conexões e por isso mesmo tem sido sondada para produções publicitárias e de colaborações comerciais.

Inúmeros famosos como Tati Quebra Barraco, Jojo Toddynho, Simone da dupla com Simaria e MC TH já fizeram referência ao bronze da Rose e ela mesma já foi entrevistada pela Ana Maria Braga, juntamente com o Gil do Vigor, que se divertiram muito com o jeito extrovertido da ambulante.

“Eu estou amando que as pessoas estão felizes com a minha música, estão entrando em uma onda de brincadeira saudável. Não é uma música de apologia, não é de palavrão. As crianças adoram, dançam, as vovós também não ficam de fora… e para toda a família!” declara Rose do Bronze.

E família é instituição que Rose do Bronze preserva e faz de tudo para manter sua integridade e união. Como mãe de 05 filhos, e com o falecimento de sua mãe, ela acabou também tendo a responsabilidade de terminar a criação de mais 03 sobrinhos, totalizando 08 jovens sob sua tutela e proteção, sendo dependentes de seu trabalho.

Em diversas lives que tem realizado Rose do Bronze não deixa de mencionar a importância de manter sua fé frente as adversidades e sobretudo a humildade. Ela diz que a fama repentina não irá tirar dela os pés no chão, que sempre fizeram com que sua garra e esperança a ajudassem a passar por diversas provações, sem alterar seu caráter digno.

O verão no Rio está muito diferente, já que o tempo chuvoso em demasia não tem permitido que o carioca usufrua de um dos seus maiores prazeres, a praia, mas com a fama repentina Rose do Bronze conseguiu encontrar outros meios para revender seu produto, mas, tem também um plano B: em dias de chuva vende balas em Madureira.

“Não tem tempo ruim, vou para a batalha, sou mulher guerreira, não tem tempo ruim comigo, debaixo de chuva, debaixo de sol quente, é festa, eu animo, chama a Rose, que eu vou em frente!”, afirma Rose do Bronze.

Rose do Bronze representa muito de nós, na batalha para a sobrevivência em dias tão difíceis e que apesar de todas as dificuldades não esmorece, não se permite deixar o desalento permanecer, pois acredita sobretudo em si, tendo potencial para encontrar caminhos, alternativas para conquistar o pão nosso de cada dia. Mantendo a positividade, a energia e o sorriso nos lábios, iluminando sua própria trajetória e contagiando tantos outros de uma forma saudável e exemplar.

Rose do Bronze na verdade é Rose do Ouro. Brilho de ser humano resiliente, que não dá o braço a torcer e que percebeu que por mais amarga que a vida possa lhe ser apresentada, está no seu próprio comportamento, a dose exata de doçura para extrair dela toda sua glória e riqueza, se não monetária, amorosa e espiritual.

E vamos despertar a Rose existente em cada um, com direito a muita alegria… sempre!!!

Ah, ela está em busca de um cirurgião, pois segundo a mesma o sol do RIO é tão escaldante que fez com que seus seios murchassem, diz ela em uma gostosa gargalhada de mulher empoderada e nem aí para os comentários maldosos.  Se alguém conhecer… chama a Rose!!!

Andréa Nakane é carioca, apaixonada pela Cidade Maravilhosa, relações públicas, professora universitária, Doutora em Comunicação Social e Mestre em Hospitalidade.Embaixadora do RJ. Vive há 20 anos em Sampa e adora interagir com pessoas singulares que possam gerar memórias afetivas construtivas.
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui