O artista Getúlio Nascimento (Foto: Divulgação)

Getúlio Silva do Nascimento, conhecido artisticamente como Getúlio Nascimento, vive em Acari, bairro da zona norte e gosta de exaltar que a alegria da cidade é incomparável, fazendo inclusive uma metáfora relacionada ao sol, uma das marcas registradas do Rio, no qual diz que o povo carioca emana uma luz tão brilhante quanto o astro rei.

Essa luz também está em si, já que Getúlio Nascimento brilha nos palcos por onde pisa. Apaixonado por teatro e pela música, ele desde cedo, aos sete anos, enxergou sua verdadeira vocação para a arte e desde então, passados mais de 26 anos, mantém-se fiel aos seus propósitos de transmitir emoções, em suas mais diversas possibilidades seja como ator, compositor, intérprete, pintor, enfim, sendo um artista completo, polivalente e

Getúlio Nascimento, desde então, decidiu investir na lapidação de seu talento nato, com cursos profissionalizantes, destacando o de formação de ator e de canto lírico, sempre buscando aprender cada vez mais com a extrair ao máximo sua potencialidade.

2012 foi um ano de grandes realizações para Getúlio Nascimento, já que conseguiu concretizar seu desejo de produzir e protagonizar um show completo, o Caminhos e Andanças, além de intensificar sua participação em uma companhia de teatro, Os Ciclomáticos, uma das mais atuantes do Rio de Janeiro, que tem como missão promover arte teatral criativa com linguagens diversificadas, construindo de forma coletiva espetáculos teatrais e ações de formação artística.

Hoje, Getúlio Nascimento mantém sua trajetória nessa já tradicional companhia teatral, já com 25 anos de história, além do CTI – Comunidade Teatral Independente, e explora outras vertentes artísticas desenvolvendo papéis como preparador vocal, compositor de trilhas específicas para, maquiador e cenógrafo.

Getúlio Nascimento fala que as influências que teve em sua vida o impactaram na construção de sua linhagem artística, sendo reflexo de um verdadeiro mosaico de referências, incluindo desde a sua base em canto nos bancos da igreja católica, aos grandes nomes da MPB, como Elis Regina, Maria Betânia, Clara Nunes, Djavan, Caetano Veloso, Belchior, Jessé e Simone, os quais considera “verdadeiros monstros” dos palcos.

O ano de 2020 para Getúlio Nascimento não foi um ano de estagnação plena, como o mesmo é considerado para muitos do meio artístico, pelo contrário, ele lançou seu primeiro álbum intitulado “Eu vim”, composto de 10 canções, com a maioria das músicas de sua autoria, reflexo de uma fusão criativa, do pop, pop rock, blues, jazz, outras referências latinas, sem esquecer da própria brasilidade.

“A maioria das canções desse trabalho falam de Amor. Eu sou um cantor apaixonado, cantar é a minha vida, o amor rege a minha vida… o amor é tudo… o amor às pessoas, o amor à vida… o amor à arte… sobre todas as formas de amar… todas as formas de amar são possíveis… são corretas, não existe o amor incorreto, existe apenas o amor.” afirma Getúlio Nascimento.

Para não pirar nesse período pandêmico, Getúlio Nascimento, decidiu, então, focar na sua carreira como cantor e vem trabalhando uma estratégia bem sedutora, desde julho, e que tem alcançando grande sucesso. O artista vem realizando lançamentos individuais das músicas de seu trabalho nas plataformas digitais, com uma música a cada mês, com cronograma a ser finalizado em abril de 2021.

E o ano passado, também lhe proporcionou outras conquistas, como o mérito de receber o prêmio Ondas, da FUNARJ, com suas composições originais, além de ganhar o prêmio de terceira melhor canção, Eu Vim, título do seu álbum fonográfico, no 32º Festival da Canção de São João da Barra, demonstrando, assim, que Getúlio Nascimento está no caminho certo e que seu trabalho está sendo reconhecido.

Getúlio Nascimento tem investido na oferta de lives, proporcionando uma maior aproximação com seu público e permitindo que muitas outras pessoas possam conhecer seu trabalho.  Vale a pena seguir nas redes sociais esse carioca que certamente será em pouco tempo muito conhecido de todo o Brasil.

You Tube – Getúlio Nascimento Cantor

Instagram – getulionascimento

Pensando em seu futuro, Getúlio Nascimento pensa em realizar um financiamento coletivo para produção dos clipes das músicas do álbum lançado, e é lógico, voltar a cena, nos palcos brasileiros.

Certamente, não faltará público para aplaudí-lo e deliciar-se com o talento de um jovem artista batalhador, cuja performance não poderia ser mais bem trabalhada, já que tem no Amor sua matéria prima essencial e isso é que deve reger a vida de todos nós. A música é um bálsamo de conforto e contentamento… e o Amor… ah… é tudo, e um pouco mais!

Andréa Nakane é carioca, apaixonada pela Cidade Maravilhosa, relações públicas, professora universitária, Doutora em Comunicação Social e Mestre em Hospitalidade.Embaixadora do RJ. Vive há 20 anos em Sampa e adora interagir com pessoas singulares que possam gerar memórias afetivas construtivas.

1 COMENTÁRIO

  1. O título desta reportagem está muito confuso – passa a impressão de que ele é sobre a Andréa Nakane, o que não condiz com a verdade.

    O título deveria ser =

    Getúlio Nascimento, multiartista da Zona Norte carioca, na visão de Andréa Nakane… dando ênfase ao que se quer exibir – em primeiro lugar o tópico do texto – o artista, e em seguida o texto e quem o escreveu.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui