Michelle Vanessa Macedo Araújo, 42 anos, advogada, moradora da Barra da Tijuca viu durante a pandemia aflorar ainda mais sua veia empreendedora, e assim, unindo seu gosto por receber pessoas e promover boa diversão decidiu investir na abertura do Boteco dos Primos.

Bares, botecos ou botequins são espaços de pura sociabilização, com mérito de servir bebidas menos “gourmetizadas”, acompanhadas de opções de um cardápio enxuto, mas bem saboroso, repleto de memórias afetivas, regado ao encontro geralmente festivo com colegas e amigos para um bate papo, no melhor estilo carioca, maneiro demais. E para quem quer afogar as mágoas, encontra também reduto acolhedor, sempre com alguém que ofereça um ombro amigo.

O Boteco dos Primos é um típico boteco carioca, localizado em Magalhães Bastos, bem próximo a Vila Militar, com funcionamento de terça 11 à domingo, respeitando as orientações de segurança justamente no período atravessado, onde a responsabilidade é máxima, assim como a alegria de saborear bons petiscos em um ambiente aprazível e muito descontraído, que lembra o lado bom dos encontros de famílias.

Michelle Vanessa sempre teve uma queda pela dinâmica da noite e o momento vislumbrado foi exatamente quando um imóvel de sua propriedade que estava alugado, ficou vago e permaneceu algum tempo sem um novo inquilino e como a renda da família era também proveniente de shows e a perspectiva de retorno estava cada vez mais distante, surgiu a ideia da criação do espaço, investindo os recursos disponíveis.

“É muito desafiador essa empreitada, pois a crise financeira infelizmente atingiu a maioria dos setores econômicos e diferentes classes sociais foram atingidas. Mas com muita garra, coragem, familiares, amigos, fé e mesmo com inúmeras adversidades estamos conseguindo fazer com que cada dia seja uma vitória. É perseverar e acreditar que no futuro alcançaremos o que pretendemos… Vencer! Sem sacrifícios não há vitória!” exclama Michelle Vanessa.

Como não existia uma quantia expressiva para um projeto de decoração específico, Michelle Vanessa não titubeou e arrematou doações de colegas e amigos dos meios musicais e artísticos, fato que acabou se tornando um baita diferencial da casa.

Por todos os lados é possível contemplar diversos instrumentos musicais de alguns músicos consagrados tais quais, Julinho Teixeira (Teclado), João Castilho (Guitarra), Nelson Farias (Guitarra e Violão), Márcio Malard (Chello), Juarez Farinon e Arthur Farinon (Técnico de Luz), Marcelo Coutinho (Cenógrafo), Anderson/Pupu (Roadie), Miguel (Técnico de Som) e José Leal (Percussão).

No Bar dos Primos, o público é diverso e geral, desde os mais jovens com permissão, é claro, até os mais experientes, fomentando trocas incríveis, ao som de ritmos também

variados. Ambiente familiar pleno é a melhor definição, que Michelle Vanessa, consegue associar ao seu negócio que já está conquistando uma clientela fiel.

A música ao vivo é atrativo constante e já está fazendo sucesso: “apresentamos música ao Vivo às quintas é a vez do filão sertanejo, às sextas-feiras o foco é a atual MPB, não deixando de lembrarmos das antigas também, no sábado ainda não fechamos uma programação exata,  estamos deixando a TV com músicas do YouTube, onde o público presente escolhe, no melhor estilo você é quem manda e aos domingos pela primeira vez colocamos um autêntico Samba com Pagode na companhia da Feijoada, programa tipicamente carioca.” conta Michelle Vanessa.

É bom já anotar o endereço do Bar dos Primos – Rua General Lopes Machado, nº10 –  antigo Largo do Redondo – que carrega uma certa áurea da Lapa, em plena zona norte, garantindo um bom programa para quem é das cercanias e para quem não é e está a procura de novidades, sem abandonar o tradicional. O instagram deles é @boteco.dosprimos.

Tomara que logo, logo a gente volte a aglomerar e se encontre por lá!! Por enquanto com capacidade reduzida é possível prestigiar o Boteco dos Primos, ao mesmo tempo que a gente espairece, afinal, precisamos de um pouco de leveza, uma boa bebida gelada, um petisco que faz bem ao paladar, uma música que nos embala e amigos para jogar conversa fora… se isso não é o paraíso… é bem próximo!

A força do pequeno empresário é vital para a retomada da economia carioca e conhecer quem está por trás desses esforços nos faz ter a certeza que o melhor do RIO é seu povo.

Andréa Nakane é carioca, apaixonada pela Cidade Maravilhosa, relações públicas, professora universitária, Doutora em Comunicação Social e Mestre em Hospitalidade.Embaixadora do RJ. Vive há 20 anos em Sampa e adora interagir com pessoas singulares que possam gerar memórias afetivas construtivas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui