Anna Bella Geiger ganhará exposição na Danielian Galeria, na Zona Sul do Rio

Com quase 50 itens, a exposição apresentará obras consagradas, recentes e inéditas da artista que expôs em várias galerias internacionais

Com curadoria de Marcus Lontra, a Danielian Galeria, na Gávea, Zona Sul do Rio de Janeiro, apresenta ao público a exposição “Anna Bella GeigerEntre os vetores do mundo”, que acontece de 28/03 a 7/05 de 2022, de segunda a sexta-feira, das 11 às 19h. No dia 26 haverá visitação, a partir das 14h, apenas para convidados.

A exposição conta com aproximadamente 50 trabalhos de Anna Bella Geiger que reúnem bordados, “gavetas”, e obras das séries “Rrolos” e “RroseSelavy”; e peças referenciais, como os viscerais dos anos 1960, os mapas da década de 1970, as pinturas e os macios de 1980 e 1990 e a série “Burocracia”.

O evento contará ainda com a montagem da videoinstalação “Circa” (2006) na sala especial no térreo da galeria. Nela, a artista recria no espaço as ruínas de um sitio arqueológico. Essa ocupação havia sido realizada apenas em duas ocasiões anteriores: na Fundação Eva Klabin e na Paralela da XXVII Bienal Internacional de São Paulo, ambas em 2006.

Na exposição “Anna Bella Geiger – Entre os vetores do mundo” também será lançada uma gravura em edição especial limitada, com referência à obra “Correntes Culturais” (1976), na qual a artista plástica faz interferências sobre o mapa múndi com um máquina, atuando sobre os conceitos de correntes culturais dominantes e dependentes.

Marcus Lontra, que também é o diretor artístico da Danielian Galeria, ressalta que “é nesse território difuso entre o real e o virtual, entre aquilo que está e aquilo que se desloca, entre a seriação como estratégia de comunicação e a independência de cada obra com seu valor e qualidade intrínseca, que a trajetória de Anna Bella Geiger está fundada”.

Na exposição poderão ser vistos trabalhos, como:  “Viscerais” dos anos 1960; as obras compostas por fotografias e cartões postais dos anos 1970, como “O pão nosso de cada dia” (1978) e “Brasil nativo/Brasil alienígena“(1976/1977), da sua produção mais antiga.

Da produção contemporânea, os visitantes poderão ver as gavetas criadas por Anna fundindo referências geográficas com símbolos, linhas e formas. As obras “Burocracia” e as intervenções em jornais inspiradas na prática de Marcel Duchamp em “RroseSelavy”, desdobramentos de séries que a artista realiza desde os anos 1970, em diferentes formatos e matérias, também poderão ser vistos pelo apreciadores dos trabalhos da artista.

Danielian Galeria fica na Rua Major Rubens Vaz, 414, na Gávea. Mais informações pelo telefone (21) 2522-4796. A entrada é franca e os visitantes deverão seguir o protocolo anti-Covid.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui