Foto: Reprodução

Morreu neste domingo (19/09) José Eduardo Guinle, que esteve na Direção Geral do Copacabana Palace até sua venda, em 1989. A causa da morte ainda não foi divulgada pela família.

O trabalho de José Eduardo Guinle no Copacabana Palace teve início em seus 17 anos, quando ele ainda era estagiário. Realizou por diversas funções no hotel durante este período para, um ano depois, se tornar assessor da Diretoria, aprendendo a lidar com a parte administrativa do empreendimento, enquanto cursava Faculdade de Economia na PUC-RJ.

Foi para a Espanha se aprimorar no estudo sobre o ramo hoteleiro e, quando voltou, assumiu a Diretoria de Marketing do Hotel. Cinco anos depois, assumiu a Diretoria Geral do Hotel Copacabana Palace, promovendo a maior reestruturação administrativa e serviços, desde a fundação do Hotel, comandando uma equipe de 550 funcionários.

Permaneceu no cargo até a venda do hotel, em setembro de 1989. Junto de seu irmão, Luiz Eduardo Guinle, foi responsável pelo processo de negociação e venda.

Depois, passou por diversos hotéis de todo o Brasil prestando serviços de consultoria no ramo de administração hoteleira. Também foi fundador do Rio Convention Bureau e, como Presidente Executivo, pode empregar seus conhecimentos de marketing.

Segundo informações, José Eduardo chegou a ser citado como possível secretário de Turismo do Rio na gestão Crivella, mas acabou não assumindo o cargo.

Família Guinle

Uma das família mais poderosas do país do fim do século 19, os Guinle foram vencedores de uma concessão para modernizar o Porto de Santos em 1888. A família construiu um verdadeiro império, sendo vinculados a empreendimentos marcantes do Rio de Janeiro, como o Copacabana Palace, construído em 1923, o Palácio Laranjeiras, atual residência do governador do Rio de Janeiro, o Jóquei Clube Brasileiro, e a Granja Comary.

Nota do Rio Convention & Visitors Bureau de pesar

É com imenso pesar que nós, do Rio Convention & Visitors Bureau, recebemos a notícia do falecimento de um dos nossos fundadores e ex-presidente-executivo da fundação, José Eduardo Guinle. O empresário morreu neste domingo, aos 77 anos, no Rio de Janeiro.

José Eduardo Guinle foi uma figura exemplar para o turismo e, especialmente, para o setor hoteleiro. Em 1984, fundou o Rio Convention Bureau com o objetivo de desenvolver o turismo e promover o desenvolvimento econômico e social para a cidade.

Ele foi diretor-geral do Copacabana Palace, onde trabalhou desde a década de 60 até 1989, ano da venda do hotel. Além disso, o hoteleiro foi secretário de Turismo e presidente da Riotur.

Sua determinação e amplo conhecimento do setor foram essenciais para o avanço do turismo no Rio de Janeiro. O Rio Convention & Visitors Bureau manifesta seus sentimentos a todos os familiares, amigos e colegas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui