Aos Fatos mostra que Crivella e Paes mentiram muito no #DebateBandRio

Das 4 afirmações de Eduardo Paes 3 foram falsas e 1 verdade. Já com Marcelo Crivella, foram 5 declarações checadas, 4 falsas e 1 imprecisa

A Agência de checagem “Aos Fatos“, checou algumas das declarações dos candidatos a prefeito do Rio de Janeiro em 2020 durante o Debate na Band Rio, na noite de quinta-feira, 1/10. E, pelo jeito, não dá para confiar muito no atual e no ex-prefeito do Rio.

Das 4 afirmações de Eduardo Paes (DEM), 3 foram falsas e 1 verdade. Já com Marcelo Crivella (Republicanos), foram 5 declarações checadas, 4 falsas e 1 imprecisa. Pelo jeito Paes pode fazer que nem Luiz Paulo Conde no 2º turno com Cesar Maia em 2000 e dizer que mente menos.

De acordo com os Aos Fatos:

  • Benedita da Silva (PT) falou a verdade quando disse que “estamos vendo 300 mil pessoas nas filas aguardando para que essas pessoas sejam atendidas
  • Clarissa (PROS) falou a verdade quando disse que “ex-prefeito Eduardo Paes, nos seus últimos dois anos de governo aumentou a passagem de ônibus com um preço abusivo, aumentou em 26% a passagem de ônibus
  • Bandeira de Mello (REDE) falou a verdade quando disse, sobre sustentabilidade, que ” …o exemplo que a gente [Rio de Janeiro] vem dando vamos combinar que não é dos melhores. Nós vamos querer destruir 200 hectares de floresta de Mata Atlântica ali no Camboatá para fazer um autódromo.”
  • Paes mentiu quando disse que “O Rio é a capital nacional do desemprego.” , que “Durante oito anos da prefeitura, vocês nunca me viram reclamando de falta de recursos, que não tinha isso, não tinha aquilo.” e que a “[A gestão Crivella] Dobrou o índice de desemprego.”. Mas falou a verdade quando disse que “Na saúde, quando a gente olha pra Covid, ao contrário do que disse o prefeito aqui, O índice de mortalidade do Rio foi o dobro de São Paulo.”
  • “Na saúde, quando a gente olha pra Covid, ao contrário do que disse o prefeito aqui, O índice de mortalidade do Rio foi o dobro de São Paulo.”
  • Fred Luz (NOVO) foi impreciso quando disse que ” Ninguém controla despesa no Rio de Janeiro. Se gasta mais do que se ganha.
  • Glória Heloíza (PSC) teria sido exagerada quando disse Eu estudei seu plano de governo e percebi que o senhor [Luiz Lima] disse que iria despoluir a Baía de Guanabara.”
  • Luiz Lima (PSL) teria falado a verdade ao dizer: “A gente ainda não oferece saneamento básico para nem metade da nossa população.”
  • Crivella teria mentido nos seguintes momentos: “É verdade que o transporte não tá bom, mas é a passagem mais barata do Brasil.”, “Nossa saúde nunca esteve tão boa. Gastamos R$ 370 milhões em equipamentos que nunca tivemos.” , “Nós perdemos 8.000 pessoas, mas nenhuma delas por falta de equipamentos, médicos ou remédios.” e “Se o PSOL ganhar a eleição, nossas crianças vão ter uma coisa que tinham que ter em casa, que é orientação sexual. Vão ter kit gay na escola e vão induzir a liberação das drogas.”. O atual prefeito teria sido impreciso ao dizer que O Rio tá saindo da crise.”
  • Martha Rocha (PDT) foi imprecisa ao dizer que “Os indicadores de tudo nessa cidade são muito piores na zona oeste.”
  • Paulo Messina (MBD) falou a verdade ao informar que “A pandemia fez com que a população das áreas de comunidade perdessem mais de 50% da sua renda.”
  • Renata Souza (PSol) também disse a verdade ao dizer a Crivella “A pandemia fez com que a população das áreas de comunidade perdessem mais de 50% da sua renda.”

Pode-se ler todas essas checagens no site do Aos Fatos, com as considerações dos jornalistas da agência.

Na madrugada de sexta-feira, Quintino Gomes Freire, Claudio Castro e Felipe Lucena comentaram sobre o Debate na Band, em um HOJE NO RIO especial:

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui