Foto: Getty Images

O Instituto Fogo Cruzado realizou um mapeamento que apontou que, apenas em 2021, 100 pessoas foram atingidas por balas perdidas em cidade do Grande Rio. Segundo o estudo, a triste marca foi alcançada neste sábado (16/10), após 2 pessoas serem vítimas de balas perdidas em Vigário Geral durante uma perseguição policial pela Avenida Brasil. As informações foram divulgadas pelo portal de notícias “G1”.

De acordo com o levantamento, a média é de 10 pessoas atingidas por balas perdidas por mês. Em 2021, foram contabilizados 23 mortos e 77 feridos em situações em que não tinham relação com os disparos. O estudo também aponta que cinco crianças e cinco adolescentes foram atingidas durante o período.

O instituto também chamou atenção para o seguinte número: dos 21 baleados com mais de 60 anos na Região Metropolitana em 2021, 12 foram vítimas de balas perdidas.

Sobre o perfil das vítimas, o levantamento destaca que os homens são a maioria (58) e que 38 mulheres foram atingidas. Quatro vítimas não tiveram o gênero identificado.

Em relação aos principais locais, o Leste Metropolitano – que reúne os municípios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Rio Bonito, Cachoeira de Macacu e Tanguá – concentrou 48 dos baleados. Em seguida, vieram Zona Norte (29), Centro (9), Zona Oeste (7), Baixada Fluminense (5) e Zona Sul (2).

Entre os municípios que fazem parte da Região Metropolitana do Estado, os afetados foram Rio de Janeiro (47), São Gonçalo (43), Niterói (4) e Belford Roxo (2). As cidades de Duque de Caxias, Mesquita, Maricá e Queimados tiveram uma vítima de bala perdida cada.

1 COMENTÁRIO

  1. A foto mostra munição de fuzil 30-06 de festim…
    O instituto poderia ser mais cuidadoso ao expor uma foto de munição que não mata, só assusta…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui