Homem é agredido por apoiadores de Daniel Silveira — Foto: Matheus Rodrigues/G1

Um homem que exibia um cartaz em homenagem à vereadora assassinada Marielle Franco, foi agredido na tarde desta terça-feira (17/02) por apoiadores do deputado federal Daniel Silveira (PSL) que estão em frente à sede da Polícia Federal, na região central da cidade, onde o parlamentar está preso desde a noite de terça-feira (16/02).

O ato de violência aconteceu em frente a uma das entradas do prédio da PF, diante de repórteres e fotógrafos que registraram a cena, enquanto eram xingados pelos apoiadores do deputado.

A confusão começou quando um apoiador de Daniel Silveira discutiu com o homem que carregava a placa de Marielle e arremessou o objeto.

O dono da placa correu atrás e, ao pegá-la, foi derrubado e agredido com um golpe “mata-leão“.

A Polícia Militar foi acionada e, neste momento,

Advogado de Silveira, André Rios, chegou a falar com os apoiadores para que eles fizessem a manifestação num local mais afastado, mas os manifestantes continuaram lá.

Daniel Silveira ficou nacionalmente conhecido por quebrar uma placa com o nome da vereadora assassinada em 2018.

2 COMENTÁRIOS

  1. Ou seja, precisou a Polícia Militar ser chamada… em frente da Polícia Federal. Enquanto isso, poderiam bater à vontade e até matar… Os agentes federais não se importavam. Mesmo a lei determinando que em situações de flagrante de crime o policial (qualquer deles) deva atuar…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui