Foto Cleomir Tavares/Diario do Rio

Os barraqueiros de pontos fixos e ambulantes da orla do Rio vão receber uma parcela extra do Auxílio Carioca, no valor de R$ 500, por conta da continuidade das restrições de ocupação das praias contra a propagação da Covid-19. O benefício também será estendido aos auxiliares dos comerciantes. Os anúncios foram feitos pelo secretário municipal de Fazenda, Pedro Paulo (DEM), em reunião promovida pela Câmara do Rio com os comerciantes da orla na manhã desta terça-feira (13), atendendo a uma solicitação dos vereadores e dos barraqueiros.

Segundo a prefeitura, existem hoje 2.200 comerciantes de praia cadastrados, que serão beneficiados com o auxílio após um pedido feito pelos parlamentares. Presidente da Câmara, o vereador Carlo Caiado (DEM) lembrou que o auxílio contou com R$ 60 milhões doados pelo Legislativo, e agradeceu à Prefeitura pelo atendimento da demanda. “Foi muito importante receber essas pessoas que fazem parte da essência da cidade no momento em que mais precisam. Agradeço ao prefeito, ao secretário e a cada vereador“, afirmou.

O secretário de Fazenda anunciou ainda que vai estudar a suspensão temporária da cobrança da Taxa de Uso de Área Pública (Tuap) cobrada dos ambulantes. O município também vai estudar formas de regularizar o cadastro dos comerciantes, pois cerca de metade ainda não teria recebido o auxílio por conta de atrasos em taxas de anos anteriores. “A orla teve que permanecer com restrições por mais tempo que o comércio em geral por conta das determinações da saúde para evitar aglomeração nas praias. Nada mais justo que, aqueles que são mais prejudicados, possam receber mais uma rodada do auxílio“, destacou.

Diretora do sindicato que representa os barraqueiros, Quitéria Fernandes, que trabalha na praia da Barra há 34 anos, comemorou a notícia. “Estamos saindo daqui muito satisfeitos, com a possibilidade de mais uma ajuda e o acréscimo dos auxiliares, uma vitória muito grande que conseguimos junto com os vereadores“, celebrou.

Integrante de uma família de comerciantes da praia, Quitéria destacou a importância do auxílio no momento de dificuldade com as restrições de ocupação das praias. “Não resolve, mas quando você não tem nada, é uma ajuda importante para colocar o pão na mesa“, disse.

Acompanharam ainda a reunião os vereadores Thiago K. Ribeiro (DEM), Marcio Ribeiro (Avante) e Prof. Célio Lupparelli (DEM).



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui