Foto: Cleomir Tavares/Diário do Rio

Após ter entrado em estágio de atenção às 21h50 de sábado (06/03), devido às fortes chuvas, o Rio de Janeiro retornou ao estágio de mobilização, o 2º numa escala de 5, às 07h35 deste domingo (07/03). Isso acontece por conta da diminuição de água acumulada e da tendência de que as possíveis novas precipitações, caso ocorram, não serem tão intensas.

Vale ressaltar também que o estágio de mobilização aponta que existe a possibilidade de chuvas intensas, mas que a rotina da cidade ainda não sofreu alterações significativas.

Ao todo, 21 sirenes foram acionadas em 13 comunidades do Rio por conta do temporal. Elas foram silenciadas às 01h10. Além disso, a cidade teve, no mínimo, 4 quedas de árvores em vias públicas, prejudicando a fluidez do trânsito e da passagem de pedestres. Uma delas aconteceu na Avenida Maracanã, na Zona Norte, entre as ruas Major Ávila e Deputado Soares Filho, interditando o tráfego de veículos no sentido Usina.

Em outras regiões da Zona Norte, como Cordovil, Ilha do Governador, Pavuna e Penha, o acúmulo de água causou alagamentos.

Já na Zona Sul, a Avenida Niemeyer, que liga o Leblon a São Conrado, foi interditada de maneira preventiva às 21h40 de sábado e só voltou a ser liberada ao tráfego às 05h deste domingo.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui