Foto: Renan Olaz/CMRJ

Foi aprovado nesta quinta-feira (19/8) na Câmara dos Vereadores do Rio, o PL 100/2021 de autoria do Vereador Gabriel Monteiro (PSD) que pretende exonerar os funcionários públicos condenados por pedofilia, que trabalhem em creches, escolas, abrigos, ou em qualquer órgão público que lide com crianças e adolescentes.

Gabriel Monteiro indaga que as certidões criminais para os agentes de segurança são sempre solicitadas, e por que não terem a mesma exigência em cargos de pessoas que cuidam das crianças?

Eu acredito que as pessoas mudam, que possam se reabilitar, mas a gente não pode só contar com isso, precisamos proteger nossas crianças. O único jeito é manter esse pessoal longe das escolas e creches“, ressaltou o Vereador Gabriel Monteiro.

O Prefeito do Rio Eduardo Paes, terá o prazo de quinze dias úteis contados daquele em que o receber para se manifestar quanto à matéria.

1 COMENTÁRIO

  1. Veja os problemas lógicos que certas posturas “piedosas” do nosso Brasil criam: Por não termos a aplicação de pena de morte em tempos de paz no código penal – algo muito adequado a pedófilos – e nem mesmo a prisão perpétua, temos que o pedófilo fica aí perambulando pela sociedade. Tendo ele que viver, vai ter de trabalhar. Tendo de trabalhar, pode procurar emprego na prefeitura – numa escola infantil, numa creche cuidando do seu filho, da sua filha.

    E aí, pra consertar essa situação bizarra de risco tem que se fazer a lei bizarra e óbvia: impedir que sejam contratados pela Administração pública.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui