Foto: Reprodução Facebook

O casal de Araras Canindé, também conhecidas como Araras-da-barriga-amarela, que abrilhantavam o ambiente do restaurante Palaphita Lagoa, na Zona Sul do Rio, seguem encantando cariocas e turistas mesmo após o fechamento temporário da casa em função da pandemia do Coronavírus.

Os animais, que estão sendo cuidados por amigos do empresário Mário Maluco, dono do local, se transformaram em atração turística e são mimados pelas pessoas que passam pela Avenida Epitácio Pessoa.

Foto: Daniel Delmiro

Segundo o Palaphita Lagoa, o estabelecimento tem autorização do Ibama para criar as aves.

Já com relação ao fechamento da casa, o site da jornalista Lu Lacerda, divulgou esta semana que o Palaphita Lagoa fechou as portas definitivamente e não irá mais reabrir. Mário Maluco, inclusive, já estaria em Portugal, onde planeja abrir um novo negócio. Ainda de acordo com a informação da jornalista, que teria motivado a partida do empresário para a Europa, é uma disputa judicial pelo terreno onde fica o local.

O DIÁRIO DO RIO tentou contato com o Palaphita Lagoa para confirmar a informação, mas até o fechamento desta matéria, não obteve retorno.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui