Antigo Colégio Bennett, no Flamengo, Zona Sul do Rio - Foto: Reprodução

A área onde por mais de 130 anos funcionou o antigo Colégio Metodista Bennett, fechado desde o segundo semestre do ano passado, na Rua Marquês de Abrantes, no Flamengo, Zona Sul, dará lugar, em breve, a uma unidade do Pensi, tradicional rede escolar presente em diversas localidades do Rio de Janeiro. A informação foi apurada com exclusividade pelo DIÁRIO DO RIO nesta segunda-feira (01/02).

A tendência é que o novo local seja uma espécie de ”central de logística” do Pensi, onde serão gravadas as aulas on-line do colégio – que agora investirá totalmente no sistema de aprendizagem híbrido -, além da utilização do espaço para a produção de todo o material referente às apostilas. Vale ressaltar que ainda não há qualquer confirmação de quando será a inauguração, mas estima-se que seja ainda em 2021.

Fachada da unidade Pensi na Tijuca, Zona Norte do Rio – Foto: Reprodução

O DIÁRIO DO RIO entrou em contato com o Pensi para comentar o assunto, mas, até o fechamento desta matéria, não obteve resposta. Atualmente, a rede possui 22 unidades no estado do RJ, sendo 12 na capital fluminense, em bairros como Copacabana, Freguesia, Ilha do Governador, Madureira, Méier, Recreio dos Bandeirantes, Tijuca, Vila da Penha e Vila Isabel.

ATUALIZAÇÃO – 01 de fevereiro de 2021 – 13h56

Via assessoria de imprensa, o Pensi confirmou que o Colégio Bennett será ocupado pela rede e informou que sua inauguração está prevista para 2022. Além disso, diferentemente do que publicado pelo DIÁRIO DO RIO inicialmente, o Pensi comunicou que a nova filial será ”tradicional”, isto é, contará com educação infantil e ensinos fundamental e médio, e não uma unidade focada em gravação de aulas remotas e produção de seu material educativo.

”O centenário Colégio Bennett vai integrar a rede Pensi, do Grupo Eleva Educação, com a unidade Flamengo. A inauguração está prevista para 2022, após a conclusão de uma série de obras de modernização da infraestrutura, incluindo ambientes modernos e integrados, o que favorece a socialização e o aprendizado coletivo. Serão oferecidas turmas na Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio e o projeto pedagógico terá foco na formação cidadã e no socioemocional. Outras novidades são as disciplinas eletivas e o ensino bilíngue, inicialmente para os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental”, dizia a nota.

1 COMENTÁRIO

  1. Maravilhosa notícia. Ao menos uma destinação útil. Uma pena pela perda da tradição pela histórica contribuição do Instituto… Mas a rede que assume tem pelo menos tradição no ramo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui