Mapa epidemiológico da cidade / Divulgação: Prefeitura

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, publicou em sua conta no Twiter, uma análise comparativa entre as Região Administrativas (RA) da cidade com maior incidência de contaminação por Covid-19, nas duas últimas semanas. Segundo Paes, na semana passada, o risco era alto em todas as RAs. Os indicadores da atual semana, no entanto, estão mais positivos: “a maior parte da cidade passou para o risco moderado”, afirmou Paes.

Na análise do mapa epidemiológico da cidade, Eduardo Paes destacou com perplexidade que “o risco alto continua nas áreas mais nobres da cidade, enquanto as outras áreas diminuíram. Ou seja, aqueles que tem mais condições materiais (carro próprio, teletrabalho e outras) de evitar o contágio são justamente os que apresentam o maior risco de contrair a doença”.

Em virtude das transgressões dos mais abastados do Rio de Janeiro, a Prefeitura decidiu manter toda a cidade na classificação de risco alto. Eduardo Paes criticou o comportamento de parte da população, qualificando como “inadmissível” a falta de responsabilidade das pessoas em um período tão conturbado em termos de saúde pública. “Vamos continuar fiscalizando e agindo contra irresponsáveis”, prometeu Paes.

Ainda em sua postagem, Eduardo Paes também destacou o lado positivo dos esforços realizados pelas autoridades do Rio de Janeiro em conjunto com a parte consciente da sociedade: “zeramos a fila de espera e diminuímos os índices de letalidade e mortalidade. Com um pouco mais de esforço e a vacinação avançando, tudo aponta para que possamos retomar a normalidade em breve. Por favor, colaborem”, pediu o prefeito da cidade do Rio de Janeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui