Panoramica da Barra  O Rio de Janeiro é uma cidade de belezas infinitas, quantas cidades podem se dar o luxo de ter tantos cartões postais de suas paisagens? São tantas que algumas acabam sendo esquecidas e ficamos presos em Pão de Açúcar, Baía da Guanabara, Copacabana, basicamente a Zona Sul.

A Barra da Tijuca, por exemplo, tem locais belíssimos e que acabamos nos esquecendo. Já tentou ver a vista que se tem de todo o Itanhagá com o corte das montanhas (ok, morros mas montanha soa mais poético). Se de um lado tem o Maciço da Tijuca, do outro lado tem o Maciço da Pedra Branca (um dia ainda faço o post da falta que me faz as montanhas cariocas quando viajo), e como todas contém Mata Atlântica temos as principais características do Rio de Janeiro: montanha e mar!

 

A Lagoa da Tijuca também costuma ser esquecida, com a vista que tem da Pedra Linda, correndo por trás dos principais shoppings. A Lagoa da Barra e sua vista que ganhou upgrade com os equipamentos para o Pan e para a futura Olimpíada. E, sem contar, a praia da Barra, que vai do píer da Barra ao Pontal (Barra-Reserva-Recreio), com 18 quilômetros de extensão, uma das maiores do estado.

 

A Barra ainda não ganhou prosa e verso mas que ela já fez a sua parte, isso fez. Quem tiver procurando casa nova pode tentar o Riviera da Lagoa e viver eternamente de frente para uma das vistas mais belas da Barra e ainda ficar a apenas poucos minutos de uma das melhores praias do Rio de Janeiro.

 

Artigo Patrocinado

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui