Modelo do novo ônibus - Edvaldo Reis / Prefeitura do Rio

Dizem que um relógio quebrado pode acertar duas vezes por dia, o mesmo parece valer para o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB). Ontem ele anunciou medidas para melhorar o sistema de transporte de ônibus na cidade. E se saírem do papel, parece que serão realmente boas. O pacote de novidades prevê

  • Soluções tecnológicas, de infraestrutura, fiscalização e segurança,
  • Padronização de cores dos veículos
  • Reforma total da frota de ônibus até 2020
  • Os veículos terão ar-condicionado, sinal de WI-FI e entradas de USB em cada assento
  • Controle sobre a bilhetagem, que passará dos empresários para a Prefeitura
  • Criação do aplicativo Rio.Ônibus, permitindo acompanhar os veículos por GPS e saber o tempo de espera no ponto
  • Transformação do RioCard em RioCard Duo, com função dupla, de bilhete único de transporte e de cartão de crédito pré-pago, podendo ser usado para compras no comércio.
  • Ações para coibir calotes e vandalismo no BRT
  • Melhora do asfalto nos trechos mais críticos do sistema de transporte por ônibus articulados.

As companhias de ônibus vão nos dar R$ 700 mil por mês para o fundo de segurança pública, no sentido de que posamos ter viaturas e motocicletas, fazer essa ronda com efetividade e também recorrer à folga do policial militar para nos ajudar nas estações (do BRT) que forem mais complicadas – informou Crivella. – Também serão dados pelo Rio Ônibus R$ 7 milhões, e o BRT a partir da semana que vem vai nos anunciar o valor dele, para fazermos nova pavimentação na Zona Oeste e nos pontos de parada e de aceleração. Nós teremos que fazer um pavimento rígido, cujos recursos virão da Prefeitura, mas também do BRT e do Rio Ônibus. Vamos ficar para sempre com uma qualidade muito maior, e para isso vamos contar com a contribuição dos empresários – completou o prefeito, em relação aos trechos do traçado do BRT que terão o asfalto melhorado.

Mas se acerta aqui não vamos esquecer os muitos erros de Crivella:

 

RIO+TRANSPORTE

O Programa Rio+Transporte é parte do pacote anunciado pelo prefeito. Com ele, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) vai combater os calotes e o vandalismo no BRT, assim oferecendo mais conforto e segurança ao usuário. No Diário Oficial do Município desta sexta-feira foi publicada a criação da Coordenadoria de Combate à Evasão Tarifária (CCET), ligada à Subsecretaria de Operações da Seop. A Guarda Municipal vai fiscalizar e multar os infratores, com amparo nas Leis Municipais 6.299/2017 e 6.280/2017, de autoria do vereador Felipe Michel, que estabelecem a aplicação de multa para o usuário do BRT que não pagar passagem e cometer atos de vandalismo contra o sistema.

As multas são de R$ 170 (em caso de reincidência, R$ 255) para quem for flagrado dando calote, e de R$ 5 mil para vândalos. A Guarda atuará da mesma forma que nos Veículos Leves Sobre Trilhos (VLTs), com notificação quando houver constatação da infração, podendo o usuário apresentar recurso. O infrator que não pagar a multa poderá ter o nome inscrito nos órgãos de proteção ao crédito e na Dívida Ativa do município. Já as vistorias nos modais serão feitas pela Coordenadoria Técnica de Fiscalização (CTF), que passou para a estrutura da Seop. A coordenadoria será responsável ainda por acompanhar, por metodologia de indicadores, o desempenho das ações de fiscalização. As equipes serão formadas por policiais militares de folga, por meio do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), com financiamento do Fundo Especial de Ordem Pública (Feop).



APLICATIVO ÔNIBUS.RIO

Os ônibus terão wi-fi, carregador USB e ar condicionado – Edvaldo Reis / Prefeitura do Rio

Outra importante novidade, o aplicativo Ônibus.Rio vai oferecer aos usuários do sistema mais gestão, mais serviços e mais integração. Por intermédio dele, serão possíveis os seguintes procedimentos: consulta a itinerários de linhas de ônibus; envio de “push” com novos itinerários aos usuários das linhas; tempo estimado de chegada dos ônibus nos pontos; e acompanhamento do trajeto por GPS. A nova ferramenta oferece também botão de pânico com alerta enviado ao COR (Centro de Operações Rio), com multicanais para relacionamento (Facebook, WhatsApp e Central 1746), site para simulação de viagens e dados de transparência e possibilidade de avaliação de ônibus, motoristas e viagens.

RIOCARD DUO

O cartão Riocard será o Riocard Duo, com função dupla: em um mesmo cartão, a tecnologia de pagamento de passagens de transporte e de compras, associada à bandeira Visa, possibilitando ao usuário utilizá-lo no comércio. A função transporte já vem com o benefício do Bilhete Único Carioca, habilitado e aceito em todos os modais: trens, barcas, metrô, ônibus, BRT e VLT. O passageiro poderá também cadastrar o benefício do Bilhete Único Intermunicipal. A recarga da função transporte pode ser feita no site Recarga Fácil, nas lojas RioCard, em máquinas de recarga e em pontos conveniados. Mais informações no site.

Para a função compras, basta ativar o cartão no modelo pré-pago de crédito e carregar o valor pretendido pelo site www.riocardduo.com ou pelo aplicativo RioCard Duo, disponível para iOS e Android. O cartão é aceito em qualquer estabelecimento comercial que trabalhe com cartões de crédito Visa. As compras podem ser feitas em lojas ou pela internet, incluindo serviços recorrentes como streaming e TVs a cabo, com opção de ser usado também para pagamento de contas, recarga de celular e saques na rede 24Horas e na Rede Plus. O novo cartão ainda pode ser usado para o pagamento de corridas de táxi, como as do aplicativo Táxi.Rio.

Além de permitir ao usuário manter toda sua movimentação financeira no mesmo cartão utilizado para pagar o transporte, a experiência traz segurança e agilidade ao portador do cartão. O novo modelo, vinculado a uma conta digital, é aberto para receber depósitos de terceiros e até pagamento de salários quando contratado pelo empregador.

ASFALTO MELHOR PARA O BRT

A calha do BRT na Zona Oeste ganhará pavimentação mais rígida, para corrigir equívocos na execução da obra no projeto inicial que causaram deformações no asfalto. A Prefeitura aplicará R$ 7 milhões para refazer o asfalto, em especial, nos trechos mais comprometidos como as áreas de frenagem e arrancada, ou seja, nas estações de passageiros e nos sinais de trânsito. Este trabalho é fundamental para garantir a entrega de um serviço de qualidade à população.

NOVO SISTEMA DE BILHETAGEM

Grande parte das tarefas do Grupo de Trabalho composto por técnicos da Secretaria Municipal de Transportes e que vai definir o novo Sistema de Bilhetagem Eletrônica foi concluída em 31 de julho, com a publicação no Diário Oficial do Termo de Referência do Sistema de Monitoramento e Controle de Linhas e Frotas. Após análise, o comitê indicou a necessidade de contratação de uma empresa independente que opere, gerencie e administre os recursos provenientes da Bilhetagem Eletrônica. No entanto, uma das premissas do novo sistema é respeitar a interoperabilidade (princípio do cartão único aceito em todos os modais), seguindo as orientações do PMUS (Plano de Mobilidade Urbana Sustentável).

FROTA EM RENOVAÇÃO

A frota de ônibus da cidade conta com sete mil veículos. As 32 empresas concessionárias do serviço são responsáveis pelo transporte diário de quatro milhões de passageiros. O evento desta sexta-feira marca o início da renovação da frota, e cada ônibus que entrar em circulação já chegará nas ruas dentro da nova padronização de cores.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui