Foto: Reprodução Internet

A Associação Independente dos Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro (Sebastiana) informou que vai seguir a decisão da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) e também vai adiar o carnaval de rua em 2021.

De acordo com a presidente da associação, Rita Fernandes, a decisão da Liga foi “super acertada”. Ela afirma ainda que sem vacina e, principalmente, sem segurança para a saúde da população, os blocos não irão desfilar.

Diante do momento que a gente tá vivendo, fazer carnaval, seja carnaval de escola de samba, seja carnaval de bloco, enfim, qualquer carnaval que a gente tenha aglomeração de pessoas, fluxo grande de pessoas, sem o anúncio de uma vacina, sem um plano para poder vacinar a população e essa população poder ficar em condições de segurança, eu acho que não dá pra fazer carnaval de jeito nenhum”, ela disse.

A Liesa decidiu o adiamento dos desfiles por decisão unânime, após uma reunião na sede da liga, no Centro, na quinta-feira (24/09). Ainda não há data para o desfile. Apenas foi definido que eles não acontecerão em fevereiro. 

Segundo o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, qualquer avaliação de uma nova data depende da marcação de uma campanha de vacinação.”Em função de toda essa insegurança, essa instabilidade em relação a área da ciência, de não saber se lá em fevereiro vamos ter ou não a vacina, chegamos à conclusão que esse processo tem que ser adiado. Não temos como fazer em fevereiro – as escolas já não vão ter tempo nem condições financeiras e de organização de viabilizar até fevereiro“, diz Castanheira.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

1 COMENTÁRIO

  1. Acham mesmo que o Carnaval vai ser adiado (?) Certamente que o de rua não (!)
    Principalmente grupos de jovens sairão as ruas no improviso.
    Ninguém respeita nada.
    Mureta da Urca, parque do Flamengo, praias, botecos… Tudo cheio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui