Paulinho comemorando gol pela seleção brasileira nas Olimpíadas de Tóquio em referência a Oxóssi - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O atacante Paulinho, ex-Vasco, atualmente no Bayer Leverkusen-ALE e campeão com a seleção brasileira masculina nas Olimpíadas de Tóquio, será homenageado pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro com o Conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto, considerada a maior honraria da Casa.

A proposta partiu do vereador Átila Nunes (DEM) e foi aprovada por unanimidade pelos demais parlamentares após o jogador ter, na estreia da seleção olímpica, marcado um gol e comemorado fazendo referência a Oxóssi, orixá da caça no candomblé, religião a qual o atleta segue.

”Paulinho fez uma grande contribuição para o combate à intolerância religiosa ao homenagear, na estreia da seleção olímpica, em Tóquio, o orixá Oxóssi, sacando uma flecha imaginária das costas após fazer o gol. Foi a imagem mais poderosa do jogo e fortaleceu o debate sobre o respeito à diversidade religiosa”, disse Átila.

”Em um país onde templos são destruídos e fiéis de religiões afro-brasileiras são perseguidos, o atleta se tornou um exemplo ao dar visibilidade à sua crença para o mundo inteiro”, complementou o vereador.

Vale ressaltar que, de acordo com apuração do DIÁRIO DO RIO, em função de morar na Alemanha e já ter ido diretamente do Japão para lá após o término dos Jogos Olímpicos, Paulinho não poderá comparecer à Câmara para receber a Medalha Pedro Ernesto. Com isso, a honraria será entregue a um familiar do jogador, que o representará na cerimônia.

1 COMENTÁRIO

  1. Essas comendas deveriam sair do bolso do vereador que a propõe e aprova. Muito fácil ficar cunhando honrarias a torto e à direita e deixando o erário pagar. Rapidinho essa sanha laudatória iria sumir.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui