Aumento de casos: Rio recomenda reabertura de leitos de Covid-19

Secretaria de Saúde recomendou ao Ministério da Saúde e à Secretaria de Estado de Saúde a "reconversão de leitos"

Imagem apenas ilustrativa | Foto: Mauricio Bazilio/Getty Images

Nesta quinta-feira (06/01), a Secretaria Municipal de Saúde do Rio recomendou ao Ministério da Saúde e à Secretaria de Estado de Saúde a reabertura de leitos referenciados para Covid-19 para o enfrentamento da pandemia na capital. A recomendação acontece em meio ao avanço da variante Ômicron e a um aumento do número de casos.

No pedido, a pasta dá destaque ao Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, Hospital Geral de Bonsucesso e Hospital Estadual Anchieta.

O documento sugere a “reconversão de leitos”. Ou seja, que os leitos que já foram utilizados pacientes com Covid-19 e foram abertos para pessoas com outras doenças voltem a ser abertos para as vítimas da pandemia.

O Rio registra um aumento estratosférico nos casos da Covid-19 desde meados de dezembro passado, cenário que foi agravado pelas festas de fim de ano. O painel da prefeitura do Rio mostra que, no dia 12 de dezembro, apenas 18 pessoas tiveram o diagnóstico da doença. No dia 25, o número de infectados pulou para 269 e, em 1º de janeiro, saltou para 1.238. Em uma semana, do Natal para o réveillon, a alta foi de 360%. Se recorte for feito no período de 20 dias, o crescimento foi de 6.778%. O levantamento foi feito pelo jornal Extra.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui