Avenida Borges de Medeiros terá trechos interditados para obra que revitalizará asfalto da via

Interdições começam nesta segunda (15/08) e acontecerão em 3 etapas, terminando no início de outubro

Imagem meramente ilustrativa de trecho da Avenida Borges de Medeiros na Lagoa - Foto: Reprodução/Google Maps

A partir desta segunda-feira (15/08), a Avenida Borges de Medeiros, que liga os bairros do Jardim Botânico, Lagoa, Gávea e Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro, sofrerá interdições para a realização de serviços do programa ”Asfalto Liso”, comandado pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva).

Os trabalhos serão executados na via em 3 etapas: de 15 a 22 de agosto, de 12 a 24 de setembro e de 25 de setembro a 07 de outubro. As equipes trabalharão nos períodos diurno, das 07h às 17h, e noturno, das 21h às 05h.

Na 1ª fase, iniciada nesta segunda, será interditada a faixa de rolamento da Borges de Medeiros no sentido Túnel Rebouças, junto ao canteiro central, em trecho de cerca de 100 metros entre a Rua General Tasso Fragoso e o número 3.381 da avenida.

Durante a realização da obra, restará apenas uma faixa disponível para os veículos, o que, possivelmente, ocasionará a formação de filas. Por isso, a CET-Rio recomenda aos motoristas que utilizem a Avenida Epitácio Pessoa nos deslocamentos em direção ao Túnel Rebouças, Humaitá e Botafogo, de modo a evitar os impactos em consequência da redução temporária da capacidade da via.

A 2ª etapa etapa, por sua vez, que começa no dia 12/09, interditará a faixa 1 da Borges de Medeiros no sentido Ipanema, em trecho de aproximadamente 120 metros, que vai do retorno após a Rua Maria Angélica até a Rua General Tasso Fragoso.

Já na 3ª e última fase, a partir de 25/09, será interditada a faixa 2 do mesmo trecho da Avenida Borges de Medeiros.

Vale destacar que, em todas as etapas, será executado o serviço de reparo profundo, que consiste na troca de solo – antes de aplicar o novo asfalto, as equipes usam escavadeiras para retirar camadas de pavimento que estão desgastadas e não apresentam bom suporte, dando origem a defeitos como trincas e buracos.

”As camadas de materiais com baixo suporte são removidas e substituídas por material apropriado, como base de brita, por exemplo, para que o novo asfalto seja aplicado sem comprometer a trafegabilidade’‘, explica a secretária Anna Laura Valente Secco.

Ainda de acordo com a Seconserva, durante todo o período em que for realizado o reparo profundo, os respectivos trechos das faixas da Borges de Medeiros ficarão interditados ao tráfego. A CET-Rio instalará sinalização específica para alertar e orientar os motoristas, além de deslocar equipes para atuarem no local e no entorno, buscando garantir as melhores condições de fluidez do trânsito.

”Teremos algum tipo de retenção na Borges de Medeiros, mas o serviço é muito importante para a qualidade do asfalto da cidade”, diz o presidente da CET-Rio, Joaquim Dinis.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui