Foto de Kit Agad via Rada Airlines

O site especializado em aviação, Aeroin, traz uma curiosidade que deve fazer a festa dos fãs de aviões e da antiga URSS.E ntre as próximas quinta (2) e sexta-feira (3), o Rio de Janeiro receberá um voo especial de um raríssimo jato Ilyushin IL-62 da era soviética, ainda dos anos 60. O objetivo da operação será levar armamento de baixa letalidade (granadas de gás lacrimogênio, projéteis de borracha e spray de pimenta) produzido no Brasil para o Sudão.

No total existem apenas 3 jatos do modelo IL-62 voando comercialmente no mundo, todos eles na empresa aérea bielorrussa Rada Airlines.

O pouso poderá ser assistido ao vivo, através do canal no Youtube da Aviation TV, que possui câmeras 24 horas nos princiapis aeroportos do Brasil. Para quem quiser acompanhar o voo, de acordo com dados da ANC a Rada Airlines recebeu autorização para um voo pontual na rota Tripoli – Rio de Janeiro – Banjul – Cartum. Parte 2 de setembro da Líbia e pousa no Rio de Janeiro às 2h da madrugada com número de voo RDA-1532. E parte às 9 da manhã do dia 3 de setembro do Galeão para Gâmbia, e depois Sudão.

De acordo com Aeroin, quem quiser acompanhar o voo pelo radar tem de baixar a ferramenta de monitoramento ADS-B Exchange que captura quase tudo o que voa com o equipamento ADS-B ligado (desde que haja receptores no solo). Ele fornece dados não filtrados na tela do radar, por isso ele tem uma interface menos amigável. Por outro lado, ele é menos discreto. Voos como do II-62 costumam estar ocultada das principais plataformas de rastreamento de voos a pedido da própria empresa.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui