Foto: Reprodução

A companhia aérea Azul, uma das principais do País, está retomando sua operação no Rio de Janeiro. E isso vale para todo o estado. As cidades de Búzios, na Região dos Lagos, e Angra dos Reis e Paraty, na Costa Verde, contarão com voos inéditos para os aeroportos de Confins, em Belo Horizonte, Santos Dumont, na capital fluminense, e Congonhas, em São Paulo, em ação intitulada de ”Verão Azul Conecta”.

Somadas, as operações nos 3 aeroportos fluminenses supracitados resultarão em uma oferta semanal de 32 voos, que serão cumpridos a bordo das aeronaves modelo Cessna Gran Caravan, com capacidade para 9 pessoas.

Já a cidade de Cabo Frio, que volta a receber aeronaves da Azul a partir do próximo dia 14/12, também terá voos para os mesmos destinos, com aeronaves ATR 72-600, de 70 assentos, e jatos da Embraer, com 118 lugares.

Além das operações de verão, os cariocas do município do Rio também terão mais oportunidades de voar com a companhia no início de 2021. A partir de 01/01, a empresa volta a operar no Aeroporto Internacional Tom Jobim (RIOgaleão), com Campinas, principal centro de conexões da empresa no Brasil, como destino.

Para a reabertura da base, a Azul escalou a aeronave Embraer E195 E1, com capacidade para até 118 pessoas. Serão 2 voos diários ao longo de janeiro, subindo para 4 operações por dia em fevereiro. Ao chegar em Campinas, os clientes terão vastas opções de conectividade para todos os destinos nacionais e internacionais operados pela Azul.

”Estamos com muitas novidades em nossa malha de alta temporada e o Rio será um dos estados mais beneficiados pela nossa operação especial. Com a dobradinha Azul e Azul Conecta, chegaremos a destinos inéditos, teremos uma grande oferta em Cabo Frio e reabriremos o Galeão, oferecendo mais opções de destinos para os fluminenses e contribuindo para a retomada do turismo no estado”, diz Marcelo Bento Ribeiro, diretor de relações institucionais da Azul.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui