Banco Imobiliário Cidade Olímpica

Banco Imobiliário Cidade OlímpicaSabe quando você lê uma notícia tão bizarra que pensa com seus botões que não é possível, que leu errado, que como você não gosta de X é coisa de sua cabeça. Bem, foi isso que aconteceu quando li a notícia em O Dia sobre o Banco Imobiliário Cidade Olímpica, ou como prefiro chamar, Banco Imobiliário do Eduardo Paes. Mas aí vi que até o Visão Carioca, que nunca fala de política, resolveu criticar e percebi que era verdade.

Para quem caiu de para-quedas e não sabe do que estou falando, a Prefeitura do Rio cedeu as imagens do Rio de Janeiro à Estrela para a criação de uma versão do Banco Imobiliário da cidade, até aí nenhum problema, seria até bem interessante ter este jogo. O problema que o privado, o público e o eleitoral se confundem na gestão do PMDB de Eduardo Paes.

O tabuleiro do jogo é uma grande propaganda ao seu governo e de Sergio Cabral, incluindo obras que não dá para chamar de olímpicas e quem estão prontas como o Museu de Arte do Rio e o Museu da Imagem e do Som. Para piorar a Prefeitura do Rio resolveu adquirir 20 mil exemplares para serem distribuídos nas escolas públicas, gastando mais de 1 milhão de Reais dos nossos impostos.

O absurdo não para apenas em uma cidade que pode parecer ao estudante ter nascido no dia 1º de Janeiro de 2008 (quando assumiu Eduardo Paes) mas tem erros como imóveis em Deodoro valerem mais do que na Barra da Tijuca. Se isso foi coisa dos executivos da Estela cabeças vão rodar.

Como gosto de dizer, o que mais funciona na atual Prefeitura é a propaganda, porque de resto…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here