Em visita ao Parque Nacional da Floresta da Tijuca, neste domingo (4/10), Dia da Natureza e de Defesa dos Direitos dos Animais, o candidato da REDE a prefeito do Rio de Janeiro em 2020,Bandeira de Mello e sua vice, Andrea Gouvêa Vieira, se encontraram com o ambientalista Beto Mesquita, presidente do Conselho do Movimento Trilha Transcarioca (MTT) e assinaram a carta compromisso escrita pela REDE SUSTENTABILIDADE, que aponta 18 tópicos em prol da causa animal.

Esses tópicos refletem a nossa preocupação com o Meio Ambiente e sua importância diante da crise ecológica em que vivemos – afirmou Bandeira de Mello.

Para Beto Mesquita, florestas são fundamentais para que a gente tenha regulação climática. Para os animais, é importante, e para a espécie humana, também – diz o engenheiro ambiental, lembrando das altas temperaturas registradas nas últimas semanas no Rio, que são reflexos e impactos das queimadas na Floresta Amazônica no último mês.

Debaixo de chuva, os 3 caminharam pela entrada do Parque e da trilha Transcarioca, que tem 180 quilômetros, e é considerada a maior trilha urbana de longo curso da América Latina. Cruza a cidade de leste a oeste, começando em Barra de Guaratiba e terminando no Morro da Urca.

Em conversa com os candidatos, Beto Mesquita lembrou que a trilha é um conector de biodiversidade e aumenta a proteção dessas áreas. Bandeira disse que percorrer a trilha do início ao fim é um dos seus sonhos.

Em seu plano de Governo, o candidato da Rede tem propostas importantes para o meio ambiente e para os animais, como preservar a Floresta do Camboatá, criar a Agência de Desenvolvimento Verde do Rio e estimular a geração de emprego e renda para populações mais carente nas cadeias de coleta seletiva e reciclagem, com o fortalecimento das cooperativas. Para s animais, Bandeira propõe a criação do Conselho Municipal do bem estar Animal, implantação de clínicas de SUS veterinário nas cinco Áreas de Planejamento do município e aumento das clínicas móveis, além de intensificar a fiscalização e autuação do comércio clandestino de animais da fauna silvestre, entre outros.

Leia a Carta Compromisso.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui