Bar do Adão

Não precisou de uma Eva para acabar com o bom nome do Bar do Adão, o PROCON do Rio de Janeiro fez hoje, dia 25 de fevereiro, uma ação que levou o singelo nome Operação Éden. A ação atingiu em cheio meu estômago, fã dos pastéis da casa.

Foram vistoriadas dez filiais do Bar do Adão no Rio e em Niterói. A ação autuou oito filiais, das quais três foram interditadas. Os fiscais descartaram 122 kg de alimentos e 152 litros de bebidas impróprios ao consumo.

De acordo com os fiscais, a filial da Barra da Tijuca foi a que apresentou a pior situação de higiene e armazenagem dos produtos. Cerca de 65 kg de alimentos impróprios ao consumo, entre vencidos e sem prazo de validade determinado, foram descartados e a única geladeira que havia no local não estava funcionando, o que explica boa parte dos alimentos estar com mal odor e aspecto ruim. Além disso, o bar não possuía certificado do corpo de bombeiros, sendo interditado até que sejam regularizadas todas as ocorrências.

Já na filial do Grajaú, os fiscais descartaram cerca de 6 kg de recheios de pastéis impróprios ao consumo por estarem sem sua data de fabricação e validade.A fiscalização encontrou baratas circulando pela cozinha e outras áreas do estabelecimento. O bar também não possuía certificado do corpo de bombeiros nem certificado de potabilidade da água e também foi interditado.

A terceira filial interditada, localizada na Tijuca, também não possuía certificado do corpo de bombeiros e não renovou o certificado de potabilidade da água dentro do prazo. A fiscalização constatou a produtos armazenados de forma indevida e má conservação dos equipamentos e da cozinha.

As filiais localizadas na Rua Aires Saldanha, em Copacabana, e na Rua João Pessoa, em Niterói, não apresentaram irregularidades.

Balanço da Operação Éden

1 – Bar do Adão (Rua Galdino Pimentel, 27 – Méier): Sem especificação: 1 kg e 400g de presunto, 700 g de filé de salmão. Ausência do certificado de potabilidade da água.

2 – Bar do Adão (Rua Gomes Freire, 602 – Centro): Vencido: seis latas de refrigerante light (350 ml). Ausência do certificado de potabilidade da água. Prazo de 20 dias para melhoria das condições de limpeza e troca do ralo.

3 – Bar do Adão (Rua Dona Mariana, 81 – Botafogo): Sem informação de validade: 2 kg de queijo coalho, 2 kg e 500g de bacalhau desfiado, 250g de presunto, 500g de queijo minas, 1 kg e 500g de queijo parmesão, 2 kg de linguiça para feijoada e 1kg de aipim cozido. Vencidos: um barril de 50 litros de chope, 1 kg de brócolis, 10 kg de aparas de contrafilé.

4 – Bar do Adão (Engenheiro Richard, 105– Grajaú): Havia 1 kg e 500g de carne seca desfiada; 1 kg e 300g de frango; 900 g de panga, 600 g de muçarela de búfala, 970 g queijo minas, 600 g de queijo coalho e 400 g pastel de queijo sem especificação de vencimento. Encontradas baratas no estabelecimento e na cozinha. Ausência do certificado do corpo de bombeiros. Ausência do certificado de potabilidade da água. Estabelecimento interditado até que regularize a situação.

5 – Bar do Adão (Av. Das Américas, 11391, lj 104 – Barra da Tijuca): Cozinha e estoque em péssimas condições de higiene.Cozinha sem ralo, geladeiras em degelo constante e contendo ferrugens, fiação exposta na área do bar. Ausência do certificado do corpo de bombeiros. Produtos sem especificação encontrados na geladeira da cozinha, com aparência e odor de estragados: 1 kg de frango desfiado; 760 g de carne picada; 2,610 kg queijo gorgonzola; 470 g de presunto; 1 kg e 900g de peito de peru; 1 kg e 300g de presunto moído; 5 kg chocolate; 1 kg e 350g de molho tártaro; 4kg e 300g de camarão; 500g de carne moída; 740g de palmito; 1kg e 300g de macarrão penne, 1kg e 420g de camarão cozido; 3kg e 300g de bacalhau; 3kg de filé de peixe; 7kg e 220g de molho madeira; 2kg e 380g de molho de palmito; 3kg e 980g de feijão; 6kg e 700g de creme de camarão; 2kg e 560g de creme de aipim e 2 kg de carne filé mignon com coloração esverdeada e odor característico de estragada. Pastéis sem especificação: 800 g de sabor palmito, 200g de sabor queijo e 700g de sabor camarão. Produtos vencidos encontrados na geladeira da cozinha:2 kg e 200g de molho de tomate, 6 kg e 180 g de creme de camarão, 265g de goiabada, 585g de cogumelo shitake e 140g de manteiga de garrafa. Estabelecimento interditado até que regularize a situação.

6 – Bar do Adão (Rua dos Artistas, 130 – Tijuca): Tampa das lixeiras quebradas. Barris em contato com chão. Piso da cozinha quebrado. Caixa de gordura com piso ao redor quebrado. Certificado de potabilidade da água em renovação desde a coleta datada de 17/10/14. Ausência do certificado do corpo de bombeiros. Estabelecimento interditado até que regularize a situação.

7 – Bar do Adão (Rua Xingu – Freguesia): Produtos vencidos: dois barris de chope de 50 litros, 520g de linguiça calabresa. Sem especificação: 930g de bacon, 7kg de molho madeira, 4kg e 200g de molho de tomate, 1kg e 650g de queijo brie, 850g de alho poró, 2kg e 900g de geleia de damasco.

8 -Bar do Adão (Rua Conde Bernadote, 26 lj, 123 – Leblon): Ilha de refrigeração se encontrava desligada, armazenando potes de recheio para pastéis: 500g de gorgonzola, 2kg e 700g de queijo minas, 50g de recheio de frango, 150g de queijo coalho, 100g de queijo prato, 900g de queijo brie, 50g de carne moída, 300g de muçarela de búfala, 300g de molho de camarão, 2kg e 300g de provolone, 300g de camarão, 100g de tomate, 100g de cebola, 100g de ervilha, 100g de geleia de damasco, 400g de tomate seco, 100g de calabresa moída, 200g de alho poró, 300g de azeitona, 1kg de recheio de banana, 300g de presunto, 300g de shitake, 300g de palmito. Ralo aberto na escada de acesso à cozinha

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui