O tradicional bar Toca do Baiacu, localizado na na Rua do Ouvidor, Centro da Cidade, foi invadido e roubado pela segunda vez durante a pandemia causada pelo Coronavírus. Foram levados fogão, forno, comida e muitos utensílios.

Recentemente, o bar foi invadido e levaram uma TV e comida. Ficou, ainda, o prejuízo do arrombamento.

Para sobreviver à situação, o Toca chegou a lançar uma vaquinha virtual. Existem muitas formas de ajudar, basta clicar aqui.

Estabelecimento querido (inclusice pela equipe do DIÁRIO DO RIO, que sempre bebe lá depois do expediente), o cenário da Toca é todo dedicado ao universo do cartunista Cássio Loredano, frequentador assíduo do local. Outros clientes fieis são o historiador Luis Antônio Simas, os escritores Alberto Mussa, André Diniz, Marcelo Moutinho e Marechal, colunista da Folha, o jornalista e comentarista Trajano, entre outros.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui