Barra da Tijuca por Kenji Yamamoto Eu tenho 31 anos e morador de Jacarepaguá, ou seja, quando ia à praia da Barra ou do Recreio na infância a área era praticamente selvagem. E na época a Barra e o Recreio dos Bandeirantes eram bem menores.

 

Não estou aqui falando da questão geográfica de fato, deixo isso para o Ruas do Rio, mas sim da impressão que tínhamos e até dos nomes que os lugares levavam antes da Barra entrar na moda. Afinal, o Aeroporto, o Autódromo são de Jacarepaguá e não da Barra. O mesmo com o RioCentro que sempre falavam ser em JPA e de uma hora para outra passou a ser Barra.

O Recreio também perdeu espaço, não sei onde dizer onde começava antigamente mas tenho certeza que não era onde é hoje, na Salvador Allende.

 

É claro que isso tem muito das propagandas das incorporadoras e não há nenhum problema nisso, elas dizem para aumentar o valor do imóvel e o comprador se sente melhor ao morar em um bairro mais hype. É o caso do condomínio Rio 2 e outros no entorno quase chegando na Estrada dos Bandeirantes.

 

Do jeito que a coisa vai o ProJac vai passar a se chamar ProBar.

 

Foto: Barra da Tijuca por Kenji Yamamoto

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui