Hoje o governador Sergio Cabral deu uma declaração, que se for cumprida é importantíssima:
O governador garantiu que, em seu governo, o critério para a indicação do comando de batalhões e delegacias será o da eficiência e não o da influência política.
Mas ele também declarou em campanha que teria um secretariado técnico, e como se pode ver, foi mentira.

Hoje a ronda policial é baseada na escolha do político que indicou, que protege aquele seu curral eleitoral.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui