Foto: Divulgação

*Bernardo Paiva, presidente da Cervejaria Ambev

A cada ano que passa, o debate a respeito do consumo moderado de bebidas alcoólicas e do fomento a uma verdadeira cultura de responsabilidade se faz mais necessário. Tudo, ou quase tudo, em excesso faz mal – e não seria diferente com a cerveja. Nós, enquanto indústria, sabemos da nossa responsabilidade no combate ao consumo indevido das nossas bebidas e assumimos o papel que nos cabe nesse debate: queremos que as pessoas realmente bebam com moderação.

Pode soar estranho a maior cervejaria do Brasil pedindo para as pessoas beberem menos, mas sempre fizemos questão de deixar claro que o lucro proveniente do consumo indevido de nossos produtos não nos interessa. Antes de tudo, queremos ter uma relação saudável e de longo prazo com nossos consumidores. Vale lembrar, também, que nós não estamos descolados da realidade. Somos parte integrada da sociedade, temos família e amigos. Sabemos que o consumo indevido traz riscos reais para todos nós.

Não é de hoje que lutamos por isso. Nosso Programa Ambev de Consumo Responsável foi fundado em 2003, mesmo ano em que começamos a participar de discussões na Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre os efeitos do uso nocivo de bebidas alcoólicas. Só na última década, fornecemos treinamento de consumo responsável para mais de meio milhão de profissionais em todo o Brasil. Desde 2014, atuamos estrategicamente para contribuir com a melhora da segurança viária no país. Para isso, lançamos o primeiro Retrato da Segurança Viária – um cruzamento inédito de dados, que fornece um panorama para auxiliar o poder público a adotar políticas de redução de acidentes. Ajudamos a criar, em 2015, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, e, em 2016, o programa Brasília Vida Segura. O primeiro já contribuiu para salvar 1.000 vidas entre 2015 e 2019, enquanto o segundo ajudou o Distrito Federal a reduzir a mortalidade no trânsito em 50% – tornando-se a primeira unidade federativa do Brasil a bater a meta de segurança viária estabelecida pela ONU para 2020.

Nós, como indústria, temos um papel importante na hora de levar uma cultura de responsabilidade para o dia a dia, dentro de nossas casas, envolvendo amigos, colegas e família, mas o desenvolvimento dessa cultura ainda é um enorme desafio para o Brasil. Sabemos que sozinhos não vamos conseguir mudar esse cenário e, por isso, queremos fazer com que os brasileiros assumam o compromisso pessoal de se tornarem multiplicadores e embaixadores do consumo responsável.

Com isso, chegamos a um momento-chave para a Ambev: a décima edição do Dia de Responsa. Todo ano mobilizamos os nossos mais de 30 mil funcionários para saírem às ruas e visitar bares e restaurantes, engajando donos, garçons, atendentes e consumidores sobre a importância da moderação.

E, na esteira do Dia de Responsa, aproveitamos para fazer dois anúncios que devem nos ajudar a atingir esse objetivo. O primeiro vem para complementar a experiência de beber uma das cervejas mais amadas do país: Brahma. A marca vai disponibilizar água gratuitamente em seus eventos proprietários que acontecem ainda este ano, impactando cerca de 300 mil pessoas, justamente para proporcionar um consumo mais equilibrado do álcool, aumentando a diversão. O segundo anúncio reforça nosso portfólio, oferecendo ainda mais opções para todos os perfis de consumidores. Trata-se da Wäls Session Free, uma cerveja artesanal aromática e refrescante com 0,0% de álcool. Afinal, não precisa ter álcool para ser uma boa cerveja.

Construir uma cultura de consumo responsável não é um trabalho fácil ou rápido, até porque pressupõe a mudança de hábitos e de comportamentos da sociedade. Mas nós gostamos de grandes desafios. Na Cervejaria Ambev, acordamos todos os dias para realizar um sonho: unir as pessoas por um mundo melhor. Esse mundo é justamente um em que a moderação prevalece, onde nossas cervejas são consumidas apenas da forma correta e estão presentes nos momentos alegres e festivos das pessoas, hoje e sempre.

Por isso, lembre-se: se for beber, beba certo, ou seja, com moderação.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui