Foto: Reprodução/TV Globo

Na noite desta quinta-feira (10/10), a Beija-Flor de Nilópolis, uma das principais agremiações do Rio de Janeiro, definiu seu samba-enredo para o carnaval 2020.

De autoria de Magal Clareou, Diogo Rosa, Júlio Assis, Jean Costa, Dario Jr. e Thiago Soares, o samba escolhido, que coincidentemente foi o 1º a ser apresentado num total de 3, foi aclamado pelo público que lotava a quadra da comunidade azul e branco.

Em 2020, a escola terá como enredo o tema ”Se essa rua fosse minha”, dos carnavalescos Alexandre Louzada e Cid Carvalho. Trata-se da história de estradas, rotas e caminhos por onde a humanidade passou até desembarcar na Marquês de Sapucaí, rua mais importante do carnaval carioca, onde as agremiações desfilam anualmente.

Rodney, mestre de bateria da Beija-Flor, disse que ”venceu a disputa o samba que era melhor para a escola e para toda a comunidade”.

Um dos autores, o cavaquinista Júlio Assis comentou a felicidade pelo momento: ”Estou muito feliz porque eu vivo isso aqui. E ser campeão é entrar no grupo seleto de compositores da escola”, disse ele.

Confira a letra completa do samba-enredo da Beija-Flor em 2020

Preceito!
Minha fé pra seguir nessa estrada
Odara ê! Reina firme na encruzilhada
Abram os caminhos do meu Beija-Flor
Por rotas já trilhadas no passado
O tempo de tormentas que esse mar levou
Revelam este novo eldorado
Nas trilhas da vida… desbravador!
Destino traçado… vencedor!
Nos becos da solidão
Moleque de pé no chão
E nessas andanças eu sigo teus passos
São tantas promessas de um peregrino
É crer no milagre, sagrados valores
Em tantos altares, em tantos andores
A vela que acende a dor que se apaga
A mão que afaga se torna corrente
Nilopolitano em romaria
A fé me guia! A fé me guia!
Em meus devaneios
Entre o real e a imaginação
Saudade persiste,
Insiste em passear no coração
Feito um poema a beira-mar
Canto pra te ver passar
Me vejo em teu caminho
Nessa imensidão azul do teu amor
E às vezes, perdido
Eu me encontro em tuas asas, Beija-Flor
Por mais que existam barreiras
Eu vim pra vencer no teu ninho
É bom lembrar, eu não estou sozinho
Ê laroyê ina Mojubá
Adakê Exu ôôô
Segura o povo que o povo é o dono da rua
Ô corre gira que a rua é do Beija-Flor

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui