Muitos perguntam sobre os benefícios do PAN 2007 para o Rio. Eu sempre penso nos mais óbvios : promoção da cidade para o turismo, construção de novos equipamentos esportivos, valorização dos imóveis, aumento dos investimentos na cidade , etc. Soma-se a esses benefícios, um muito importante: o aumento da auto-estima da cidade. Essa auto-estima é fundamental para que o Rio consiga superar seus problemas e possa aproveitar as suas potencialidades.

Em 2004 o Cesar Maia escreveu um artigo sobre o PAN que mostra outros ganhos e vantagens que a cidade pode ter com o evento. Leia um trecho:

2007 e o futuro do Rio
Não há, nos dias de hoje, atividade humana que tenha mais ligações e multiplicadores econômicos do que o esporte. Ele tem um primeiro e grande multiplicador que faz parte da própria atividade. São atletas profissionais, técnicos gerais e de apoio, médicos e massagistas específicos, profissionais de apoio de diversos tipos, do roupeiro à limpeza… Os equipamentos onde são praticadas as distintas modalidades esportivas ativam investimentos e depois, para o seu funcionamento, exigem administradores, técnicos em iluminação, em eletricidade, manutenção… Exigem conservação, bilheteiros…

Quando os eventos ocorrem, multiplica-se a demanda de transporte coletivo e individual, com seus respectivos trabalhadores e uso de combustíveis, aumenta a procura por bares e restaurantes, por brindes, bandeiras, lembranças e fotos ou por material similar àquele usado pelos atletas. O esporte tem sido a cada dia mais um ativador da indústria de confecções. Há 30 anos, ou mais, o material esportivo tinha uso em campo próprio. De lá para cá, o esporte influenciou de tal forma a produção de roupas e seu design, que ela passou a adotar modelos esportivos independente da atividade esportiva em si.

Para ler o resto do artigo clique aqui.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui