Pelo jeito hoje em dia não é boa coisa governar no Rio de Janeiro, de acordo com o Radar/Veja, os bens do prefeito Eduardo Paes (PMDB) foram bloqueados hoje, 9/12, pelo Judiciário a pedido do MP do Rio. O prefeito é acusado de improbidade administrativa na construção do Campo de Golfe Olímpico da Barra.

A razão é que Paes teria dispensado a construtora Fiori Empreendimentos Imobiliários do pagamento de 1,8 milhão de reais de licença ambiental para fazer o Campo, em 2013. A taxa acabou sendo paga pelo município e, em valores atuais, a dívida alcança 2,3 milhões de reais.

Segundo a decisão, “a preocupação se acentua, na medida em que ao término de seu mandato, já se anunciou que o Sr. Prefeito irá residir nos Estados Unidos, o que pode dificultar ainda mais a recomposição dos danos causados”.

Paes e a construtora Fio Empreendimentos terão seus ativos leiloados para pagar a dívida.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui