Bibi Ferreira e Francisco Carlos, o “El Broto”, são homenageados com placas de Patrimônio Cultural do Rio

Placa de Bibi Ferreira está na casa onde viveu a atriz, no Flamengo. Já a de El Broto foi instalada no Leblon

O ano de 2022 começou trazendo uma justa homenagem a duas figuras brilhantes dos palcos e do rádio brasileiro: a grande dama do teatro Bibi Ferreira e o cantor Francisco Carlos, “El Broto”. No ano em que se completa o centenário do nascimento da atriz e cantora Bibi Ferreira, o Instituto Rio Patrimônio da Humanidade inaugurou a placa de Patrimônio Cultural na casa onde viveu a artista, na Avenida Rui Barbosa 664, no Flamengo. Essa é a segunda placa a integrar o Circuito do Teatro, que já prestigiou o Teatro Rival em 2014.

Além de Bibi, o Instituto também afixou uma de suas plaquinhas azuis, em um dos endereços em que viveu o cantor Francisco Carlos. Também conhecido como “El Broto”, o artista foi eleito Rei do Rádio em 1958. A homenagem, que passa a fazer parte do Circuito do Rádio, foi instalada na Avenida Ataulfo de Paiva 80, no Leblon.

O Circuito do teatro foi criado para identificar e destacar locais de espetáculos importantes para a cultura carioca e homenagear artistas que se destacaram nos palcos teatrais. Bibi Ferreira é a primeira atriz a ser condecorada por este Circuito, por sua grande contribuição no cenário teatral brasileiro e em homenagem aos 100 anos de seu nascimento, comemorado neste ano de 2022” , afirma Laura Di Blasi, presidente do IRPH.

Os Circuitos do Rádio e do Teatro são frutos de um importante esforço conjunto do IRPH com o Instituto FUNJOR, entidade filantrópica que apoia profissionais da arte e preserva a memória artística brasileira.

O Projeto“Circuitos do Patrimônio Cultural Carioca”consiste na instalação de placas de identificação de bens de interesse cultural da Cidade do Rio de Janeiro. O projeto tem como objetivos principais a valorização e difusão do patrimônio cultural carioca, estimulando o conhecimento da história da Cidade e, assim, promovendo o fortalecimento da nossa diversidade cultural. 

Desde 2010, os Circuitos do Patrimônio Cultural Carioca começaram a ser feitos por temas, deixando de ser focados em arquitetura e passaram a abranger temas livres, ligados à cultura e à identidade carioca. São 21 circuitos com bens culturais espalhados por toda a cidade. Entre os circuitos, temos: Liberdade, Art-Déco, Cinemas, Trem, Botequins, Águas, Samba, Bossa Nova, Praça Tiradentes, Herança Africana, Choro, Negócios Tradicionais e outros. 

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui