Animal estava saudável e foi solto Parque Natural Municipal da Catacumba Crédito: Divulgação / Guarda Municipal

Com menos pessoas circulando pelas ruas, os animais aproveitam as para passear e curtir a cidade sem correr riscos. Dessa vez, a Patrulha Ambiental, órgão ligado a prefeitura do Rio, resgatou um bicho-preguiça que apareceu em uma praça na rua Ituá, no bairro Jardim Guanabara, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio.

O animal foi levado para o Parque Natural Municipal da Catacumba, no bairro da Lagoa, Zona Sul do Rio, onde foi devolvido à natureza.

Após ser acionada, por meio da Central 1746, a patrulha ambiental foi até a praça. Ao encontrarem a preguiça, próximo à via destinada aos veículos, os agentes fizeram a captura do animal, que estava saudável, não sendo necessário levá-la para o Centro de Recuperação de Animais Silvestres (CRAS).

O isolamento social, causado pela pandemia do Coronavírus, tem possibilitado o surgimento de figuras não muito comuns de se ver no meio urbano do Rio. Desde o início do ano, gambás, cobras, micos, capivaras, jacarés, pinguins e diversos tipos de aves, entre elas gaviões e corujas, tem dado o ar da graça na cidade. Eles fazem parte dos mais de 700 animais silvestres resgatados somente no primeiro semestre de 2020 na capital. Em média, são 4 bichos salvos por dia pela Patrulha Ambiental.

A patrulha ambiental é formada por fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e guardas municipais do Grupamento de Defesa Ambiental. A Prefeitura do Rio orienta a população a acionar a patrulha por meio da Central 1746, caso flagrem animais silvestres em área urbana na cidade do Rio ou em qualquer situação de risco fora do seu habitat para um resgate seguro. O manuseio não é aconselhável e muito menos tentar afugentá-los, pois pode agravar qualquer lesão que os animais apresentarem. A Central 1746 funciona 24 horas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui