Neste mês, a Bienal do Livro Rio se une para celebrar os 77 anos do Hemorio com uma ação especial. A partir desta terça-feira (23/11) e até o dia 30 deste mês, toda bolsa de sangue coletada se transforma em um livro que vai ser doado ao Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase).

A campanha, intitulada Recomeço, se inspira no atual cenário otimista e encara o ato de doar sangue sempre como possibilidade de novos recomeços para quem tanto precisa.

Participar de uma ação como essa é muito importante para nós. Nossa missão é transformar o país através da leitura, da cultura e da educação. E poder abastecer as bibliotecas do Degase apoiando uma ação de doação de sangue acaba unindo propósitos importantes. Afinal, salvando vidas, podemos fazer com que a cultura mude a vida de mais pessoas“, comenta Tatiana Zaccaro, diretora da GL events e responsável pala XX Bienal do Livro Rio.

A cantora pop Ludmilla e o DJ Dennis são os embaixadores da ação deste ano, que busca aproveitar a data para aumentar o número de bolsas de sangue coletadas, em um dos principais hemocentros do país, no Centro do Rio de Janeiro.

Estou muito honrado de ser embaixador da campanha de doação de sangue, ainda mais ao lado de Ludmilla, que é uma grande parceira na música e agora também nessa causa tão importante. Sua doação pode salvar vidas” explicou o DJ, que vai mobilizar seus fãs a participarem da campanha.

A cantora Ludmilla também agradeceu ao convite e vai apoiar o Hemorio: “Não tinha como não aceitar esse convite. A causa é nobre demais, principalmente depois dessa pandemia – que ainda está aí, mas agora de forma mais controlada -, que deixou tanta gente doente, levou tantos dos nossos e deixou os bancos de sangue mais vazios. Como embaixadora da campanha do dia do doador de sangue, gostaria de convocar a todos que podem, a fazer esse gesto de solidariedade e amor“.

Bienal do Livro 2021

Com atividades presenciais e virtuais, a XX Bienal Internacional do Livro, que integra o Calendário Oficial da cidade, será realizada entre os dias 3 e 12 de dezembro, no Riocentro.

A expectativa é que, nesta edição, o evento receba um público de 300 mil visitantes. Isso representa metade da quantidade recebida pela Bienal mais recente, realizada em 2019. Ao todo, 160 expositores irão ocupar um espaço de 100 mil metros quadrados – por conta das medidas de segurança, metade dessa área será montada nas partes externas do Riocentro.

A venda de ingressos para a Bienal do Livro Rio está aberta. As entradas custam R$ 44 (inteira) e R$ 22 (meia entrada). A venda será apenas online.

Protocolos Sanitários

O evento vai se apropriar de uma área total de 100.000m² no Riocentro, com metade do espaço de área livre, seguindo as regras definidas pelas autoridades competentes. Até o momento, estes foram os protocolos divulgados:

  • Para o acesso à Bienal, será necessária a apresentação do comprovante de vacinação para os maiores de 12 anos;
  • As vendas dos ingressos serão exclusivamente online;
  • Distanciamento obrigatório entre os visitantes: as ‘avenidas’ ficaram mais largas e foi ampliado o espaçamento entre os estandes;
  • O uso máscaras é obrigatório;
  • Totens com álcool em gel estarão disponíveis em todo o espaço;
  • A Bienal receberá 50% da sua capacidade em dez dias, e o público será dividido em turnos, com limite de vendas de ingressos por período.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui