Eduardo Paes na inauguração do BioParque do Rio - Foto: Cleomir Tavares/Diário do Rio

O prefeito Eduardo Paes participou, na manhã desta quinta-feira (18/03), da inauguração do BioParque do Rio, o antigo Jardim Zoológico. O espaço foi remodelado e apresenta um conceito de zoo contemporâneo, em sintonia com as melhores práticas mundiais de bem-estar animal e de conservação ambiental. No parque, que abre as portas ao público na segunda-feira (22/03), será possível observar mais de mil bichos de 140 espécies, espalhados por uma área de visitação de 60 mil metros quadrados, na Quinta da Boa Vista, na Zona Norte.

Na manhã desta quinta-feira (18/03), um evento simbólico marcou a inauguração do BioParque do Rio, o antigo Jardim Zoológico. O espaço foi remodelado e apresenta um conceito de zoo contemporâneo, em sintonia com as melhores práticas mundiais de bem-estar animal e de conservação ambiental. No parque, que abre as portas ao público na próxima segunda-feira (22/03), será possível observar mais de mil bichos de 140 espécies, espalhados por uma área de visitação de 60 mil metros quadrados, na Quinta da Boa Vista, na Zona Norte.

Presente no evento, Eduardo Paes destacou a alegria pela inauguração: ”A sensação, quando a gente entra aqui, é que de fato está num parque de primeiro mundo. É muito bom confirmar que o Rio é capaz de entregar à população e àqueles que nos visitam um espaço com tanta qualidade. Que alegria poder estar aqui hoje”, ressaltou o prefeito, lembrando que, quando era mais novo, comemorou um aniversário com a avó e os primos no antigo Jardim Zoológico.

Eduardo Paes andou pelo parque e brincou ao ver uma imagem do famoso Macaco Tião, conhecido por seu temperamento, considerado ”mal-humorado”, e pelo costume de atirar excrementos e lama em visitantes.

”Vou posar aqui ao lado dele que quase foi meu antecessor”, lembrando o fato que Macaco Tião tornou-se uma celebridade no Brasil, quando, em 1988, foi lançada sua candidatura à Prefeitura do Rio de Janeiro pela revista humorística Casseta Popular, com apoio do deputado Fernando Gabeira (PV), como forma de voto de protesto.

O resultado foram 400 mil votos, o que colocaria Tião como o 3º mais bem-colocado nos resultados, caso sua candidatura fosse validada pelo Tribunal Regional Eleitoral. Tal fato colocou-o no Guinness World Records como o chimpanzé a receber mais votos no mundo. Isso foi possível pois, na época, ainda não se usava urna eletrônica, e, então, os votantes podiam escrever qualquer coisa na cédula de papel.

Paes e estátua do Macaco Tião – Foto: Cleomir Tavares/Diário do Rio

O parque é uma concessão ao grupo Cataratas feita pela Prefeitura do Rio em 2016, durante a segunda gestão de Paes. Em seu discurso, o prefeito lembrou que o município, também em seus dois primeiros mandatos, fez as três principais parcerias público-privadas (PPP) do país: Porto Maravilha, Parque Olímpico e o sistema VLT.

”Quero dizer para o grupo Cataratas e para aqueles que acreditam na parceria do setor privado com o público que nós vamos fazer muito mais no Rio, é só o início. Essa concessão é um orgulho, tenho certeza que a população da cidade vai poder desfrutar desse espaço”, afirmou Paes, ao lado do subprefeito do Centro, Leonardo Pavão, e do secretário municipal de Turismo, Cristiano Beraldo.

Entre as principais atrações do BioParque estão áreas como a Ilha dos Primatas, a Savana Africana, a Vila dos Répteis, o Jardim de Burle Marx e a Alameda Macaco Tião. O visitante irá ver de perto o leão Simba, o tigre William, a elefanta Koala e o casal de hipopótamos Bocão e Tim, além de araras azuis, jacarés-do-papo-amarelo e muitas outras espécies.

Interior do BioParque do Rio – Foto: Cleomir Tavares/Diário do Rio

Os ambientes passaram por uma reformulação completa para garantir condições de bem-estar aos animais em recintos adequados a cada um. O visitante irá perceber essa mudança com a instalação de barreiras naturais em muitos desses espaços. Já em outros foram usadas barreiras físicas, mas não há mais grades nem jaulas como antes. Tudo foi pensado para que essa interação aconteça em total segurança, aproximando o público dos bichos.

O BioParque do Rio funcionará diariamente, das 09h às 17h. A venda de ingressos avulsos começará no próprio dia 22 e ocorrerá exclusivamente pelo site do parque.

A entrada custa R$ R$ 39,75, com meia a R$ 19,87. Quem quiser aderir ao programa de sócio anual, garantindo acesso ilimitado ao parque pelo período de um ano, vai pagar um valor único de R$ 80, podendo incluir até 7 dependentes a R$ 60, cada.

Como o espaço terá a capacidade reduzida e vai cumprir todos os protocolos sanitários de higienização, para seguir as determinações da Prefeitura neste momento de pandemia da Covid-19, é importante que a visita seja programada com antecedência.

Fachada do BioParque do Rio – Foto: Cleomir Tavares/Diário do Rio

SERVIÇO

BioParque do Rio

  • Local: Quinta da Boa Vista – São Cristóvão – Rio de Janeiro/RJ
  • Funcionamento: Todos os dias, das 09h às 17h
  • Ingressos

Preços

  • R$ 39,75 (bilhete individual, tarifa normal);
  • R$ 19,87 (bilhete individual, tarifa reduzida para crianças e jovens até 21 anos, estudantes, idosos e pessoas com deficiência);
  • Grátis (crianças até 2 anos e 11 meses);
  • R$ 20 (atividades extras, como a alimentação na ”Fazendinha”).


Cleomir Tavares é carioca, foi repórter-cinematográfico do Vídeo Show, é repórter-fotográfico, já trabalhou para os grandes veículos de imprensa do Brasil, como jornais O Globo, O Dia, Extra, revistas Caras, Quem, Contigo, portais Globo.com, UOL, Terra, IG, já fez a cobertura dos maiores eventos do Brasil como os carnavais do Rio, Salvador e Recife, as edições do Rock in Rio, semana de moda, festival de cinema , shows dos maiores artistas, acompanhou a seleção de futebol de artistas na Rússia, França, Espanha e Alemanha.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui