Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

Atravessamos um momento crítico e precisamos de maneiras para nos readaptar e reinventar tanto como cidadãos quanto como empresários.

Sabemos que a pandemia tem trazido riscos não apenas na saúde, mas na saúde mental e, também, nos negócios. Estou no mercado há bastante tempo, esta experiência me proporciona uma casca para lidar com este cenário. Tenho observado possíveis soluções para pequenos e médios empresários, através do networking. A criação da NeTe alimenta a esperança novamente, com a diversidade de atividades e a abrangência nacional, os participantes publicam oportunidades e geram conteúdo de alto nível.

Essa é o caminho que acredito: visibilidade e networking para gerar oportunidades de negócios. Qualquer empreendedor e/ou empresário tem a necessidade de ser visto, reconhecido. E através da NeTe, agindo como malha empresarial multissetorial, podemos ter a reinvenção do nosso próprio negócio a um clique.

Lembrem-se: Um CNPJ morto, atinge vários de CPF’s.

2 COMENTÁRIOS

  1. Estive hoje no centro do Rio e a quantidade de lojas fechadas , com cartaz de aluga-se é assustador. Principalmente lojas onde eram restaurantes ou bares. Viva o home officer.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui